Número de profissionais da saúde infectados por covid-19 preocupa MTES - ES360

Número de profissionais da saúde infectados por covid-19 preocupa MTES

O estado já registra 769 médicos e enfermeiros contaminados e uma morte pela covid-19

Proteção contra o novo coronavírus. Foto: Pixabay
Proteção contra o novo coronavírus. Foto: Pixabay

 

O cenário de pandemia do novo coronavírus exige uma atuação intensa dos profissionais de saúde, que precisam estar na linha de frente no atendimento dos pacientes infectados. O estado já registra 819 médicos e enfermeiros contaminados e uma morte pela covid-19. O número é bem maior do apresentado há duas semanas pelo governo, em que 21 dos profissionais estavam infectados. O crescente número de infectados preocupa o MTES (Ministério do Trabalho do Espírito Santo) que tem atuado na fiscalização das atividades que permanecem em funcionamento durante a pandemia. Unidades de saúde serão alvo da fiscalização do órgão.

“Já havíamos notificado uma boa parcela das atividades consideradas essenciais, como call centers, padarias e supermercados. Identificamos que há um grande número de afastamentos e acometimentos de doenças nos hospitais. Esses devem ser o alvo da segunda fase das nossas ações. Faremos verificações in loco, para tomar medidas mais abrangentes. Queremos garantir que esses números caiam”, explicou o superintendente do órgão, Alcimar Candeias.

O índice de trabalhadores doentes do setor de saúde, que corresponde a mais de 30% do 2.538 casos confirmados no Espírito Santo, mostra a dimensão do desafio que a pandemia coloca para profissionais de todo o mundo e a urgência da adoção imediata de medidas de contenção do contágio para minimizar o alcance da doença.

“Nosso dever é fiscalizar todas as atividades econômicas que estão em funcionamento. Nossa fiscalização está direcionada para questões de segurança e saúde no trabalho. Nesse momento, está direcionada para essas atividades que continuam sendo desenvolvidas com os trabalhadores expostos a esses riscos, e das pessoas que estão na rua. Afinal, eles estão em contato com os colegas de trabalho e usuários do serviço”; esclareceu Candeias.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Brasil já tem mais de meio milhão de infectados por coronavírus

Mundo

EUA enviam 2 milhões de doses de hidroxicloroquina ao Brasil

Dia a dia

Passa de 600 o número de mortos por covid-19 no ES

País

Bolsonaro vai dar presidência do Banco do Nordeste ao PL