Neymar será submetido a exames em Paris após deixar amistoso com dores na coxa - ES360

Neymar será submetido a exames em Paris após deixar amistoso com dores na coxa

O atacante deixou a partida contra a Nigéria logo nos minutos iniciais da partida após uma arrancada. Segundo o médico da seleção, o atleta sentiu um "desconforto" no local

Nos últimos dois anos, Neymar tem sofrido com contusões. Ele fraturou o quinto metatarso duas vezes, uma em 2018 e outra no início deste ano, e sofreu com duas lesões no tornozelo. A última o tirou da Copa América. Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Nos últimos dois anos, Neymar fraturou o quinto metatarso duas vezes, uma em 2018 e outra no início deste ano, e sofreu com duas lesões no tornozelo. A última o tirou da Copa América. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O atacante Neymar será submetido a exames mais detalhados nesta semana em Paris para saber a gravidade da lesão na coxa esquerda que o tirou do amistoso contra a Nigéria, neste domingo, em Cingapura. As informações são do médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar.

O camisa 10 sentiu a lesão logo aos sete minutos do primeiro tempo, após uma arrancada. Permaneceu em campo por mais quatro minutos, e acabou substituído por Philippe Coutinho.

Neymar passou o restante do primeiro tempo sentado no banco de reservas e com uma porção de gelo no local lesionado. Após o intervalo, desceu com os demais jogadores e não retornou.

Segundo Rodrigo Lasmar, Neymar relatou ter sentido um “desconforto” no local. Diante da descrição pouco precisa, a comissão técnica e o jogador optaram por deixar o jogo.

“Ele não citou uma dor aguda. Apenas um desconforto. Pediu para continuar, mas percebeu que não era uma situação normal e pediu para sair. Precisamos da realização de um exame de imagem para entender o que aconteceu, se apenas uma fadiga muscular ou algo que requer mais cuidado”, explicou Lasmar.

O astro do Paris Saint-Germain tem sofrido com contusões nos últimos dois anos. Ele fraturou o quinto metatarso duas vezes, uma em 2018 e outra no início deste ano, e sofreu com duas lesões no tornozelo. A última delas o tirou da disputa da Copa América.

Estadão Conteúdo

Mais notícias
Esportes

Para Colômbia, é ‘improvável’ receber voo da Seleção Brasileira

Política

Cartório 'censura' escritura da mansão de Flávio Bolsonaro

Dia a dia

Governo do ES abre mais de 10 leitos de UTI em Vitória

País

Maioria dos bares respeita restrição no Rio