Policial que atirou em universitário vai a júri popular - ES360

Policial que atirou em universitário vai a júri popular

Caio Rodriguez foi baleado em maio pelo soldado Alex Lopes Neves na Rodovia do Sol, em Vila Velha. O estudante perdeu o movimento das pernas

O policial militar Alex Lopes Neves, acusado de ter atirado no universitário Caio Rodriguez, 25 anos, vai a júri popular. A decisão da Justiça foi proferida nesta quarta-feira durante a primeira audiência de instrução no caso, na 4ª Vara Criminal, em Vila Velha.

Durante a audiência foram ouvidos o acusado, a vítima e testemunhas do caso.

O crime aconteceu no dia 30 de março deste ano, no trânsito da rodovia do Sol. Segundo informações divulgadas na época, o soldado estava afastado de suas funções por licença médica. O tiro disparado contra o carro de Caio provocou lesão em duas vértebras da vítima, que perdeu os movimentos das pernas.

A TV Capixaba tentou entrar em contato com a defesa do policial militar Alex Lopes, mas ninguém atendeu às ligações.

Mais notícias
Política

Questionado sobre prova de fraude em 2018, Bolsonaro cita dados do TSE

País

Amazonas sabia desde novembro que oxigênio de hospitais era insuficiente

Dia a dia

Espírito Santo recebe primeiro lote de seringas

Dia a dia

Espírito Santo pode registrar mais de 450 mortes por covid-19 em janeiro