Entidades do estado e partido criticam discurso de deputado - ES360

Entidades do estado e partido criticam discurso de deputado

O deputado Capitão Assumção (PSL) ofereceu recompensa pela morte dos responsáveis pelo assassinato de uma jovem

Entidades do estado e o próprio partido do deputado Capitão Assumção, o PSL, criticaram seu discurso, em que oferece recompensa pela morte dos responsáveis pelo assassinato de uma jovem em Cariacica.

O presidente do PSL no Espírito Santo, Carlos Manato, disse não concordar com a atitude do parlamentar. Mesmo assim, afirmou que o partido não vai punir o deputado. “Não tenho dúvidas que foi tomado pela comoção. Todos nós sabemos que bandido bom é bandido preso, mais do que isso, não concordamos. Acreditamos que a fala foi um pouco exagerada”, disse Manato.

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Espírito Santo) considera um grave retrocesso a posição do deputado, segundo a diretora de Direitos Humanos Flávia Brandão. “De um representante do Poder Legislativo espera-se mais responsabilidade, e não o incentivo à barbárie.”

O MPES (Ministério Público do Espírito Santo) informou que acompanha o caso e analisa o teor das declarações do parlamentar para futura manifestação.

Já a Sesp (Secretaria de Estado da Segurança Pública) disse que morte da mulher está sob investigação. “A Sesp defende o trabalho policial sob o ponto de vista técnico e embasado pela legislação. Os agentes policiais militares e civis do Espírito Santo são treinados para atingir os objetivos de redução de criminalidade e a Secretaria ressalta que espera apresentar, o quanto antes, a prisão dos autores desse crime bárbaro e covarde”, disse, por nota.

Mais notícias
Dia a dia

Estado reverte mais leitos de UTI e ocupação se mantém em 73,68%

Dia a dia

Espírito Santo registra 19 mortes por covid-19 em 24 horas

Dia a dia

Unipró lança curso de preparação para o Ifes 100% online

Bem-estar

A Escola Bíblica Dominical sob a perspectiva da Igreja Cristã Maranata