Multa para quem trafegar na Linha Verde de Camburi - ES360

Multa para quem trafegar na Linha Verde de Camburi

A partir de 25 de novembro, faixa será exclusiva para ônibus, micro-ônibus, ambulâncias, viaturas, vans, táxis e veículos com três ou mais pessoas

Linha Verde foi criada para priorizar o transporte público. Foto: Chico Guedes
Linha Verde foi criada para priorizar o transporte público. Foto: Chico Guedes

Agentes municipais da prefeitura de Vitória vão começar a multar quem desrespeitar a Linha Verde da avenida Dante Michelini, na praia de Camburi, a partir do dia 25 de novembro. A faixa é exclusiva para ônibus, micro-ônibus, ambulâncias, viaturas policiais, ônibus de escolares, particulares de excursão e turismo, vans, táxis e veículos com três ou mais pessoas, em determinados horários (veja ao lado). A multa para quem infringir a regra é de R$ 195,23 e o motorista ganha cinco pontos na habilitação.

Implantada em março de 2018, a medida chegou a ser suspensa por decisão da Justiça após uma ação popular. Logo depois, a prefeitura conseguiu uma liminar garantindo o funcionamento da faixa e, em novembro, a decisão em favor do município foi mantida, mas só agora a prefeitura resolveu iniciar a fiscalização.

Até o dia 25 de novembro, serão realizadas ações de conscientização para os motoristas, com distribuição de material informativo.

Segundo o secretário de Segurança Urbana de Vitória, Fronzio Calheira, o objetivo da Linha Verde é priorizar o transporte público. “O desejo é que as pessoas entendam o interesse coletivo e continuem respeitando a faixa. Também queremos incentivar a carona solidária”, disse.

Ampliação

Fronzio afirmou, ainda, que há perspectiva de implantação de Linha Verde para outros locais da cidade, mas o assunto está sendo tratado com o governo do estado e será divulgado em outro momento.

Outros dois trechos da cidade possuem faixas exclusivas para ônibus, micro-ônibus, vans e táxis. As duas ficam na avenida Desembargador Santos Neves: uma para para quem acessa a Reta da Penha e outra no sentido contrário, para entrar na rua Duckla de Aguiar, que dá acesso à Terceira Ponte.

Neste ano, até 30 de outubro, foram emitidas 3.042 multas por desrespeito a essas faixas. Em 2018, foram 864 multas. A prefeitura não explicou o motivo do aumento, de 3,5 vezes.

Câmeras de faixa exclusiva vão reforçar cerco eletrônico

A fiscalização da Linha Verde na praia de Camburi será realizada por agentes municipais no local, e as 14 câmeras instaladas ao longo da via, que seriam utilizadas para controle dos veículos, serão redistribuídas para reforçar o Cerco Inteligente de Segurança.

O secretário de Segurança Urbana de Vitória, Fronzio Calheira, explica que a retirada ocorrerá porque as câmeras não permitem identificar a quantidade de pessoas dentro dos veículos, e a Linha Verde passou a permitir, logo após implantada, o uso por veículos com três pessoas ou mais.

Até o dia 10, as câmeras estarão em pontos nas avenidas Maruípe (próximo ao quartel da PM), Marechal Campos (próximo ao supermercado Fieni), Leitão da Silva (região do Centro de Convenções) e Serafim Derenzi (próximo ao CMEI Geisla Militão), ampliando a fiscalização contra roubos de veículos.

Como vai funcionar

Horário de funcionamento

Segunda a sexta: das 6h às 20h
Sábados: das 6h às 14h
Domingo: livre

Quem pode usar a faixa

• Ônibus, incluindo escolares, de excursão e turismo
• Micro-ônibus
• Táxis
• Vans
• Ambulâncias
• Viaturas policiais
• Veículos com 3 pessoas ou mais

Fiscalização

Começa no dia 25 de novembro (segunda-feira) e será feita por agentes da guarda municipal, no local. As câmeras de videomonitoramento instaladas ao longo da via serão retiradas para uso no cerco eletrônico em outros locais da cidade

Valor da multa

R$ 195,23 e 5 pontos na carteira de habilitação

Mais notícias
Dia a dia

Dicas para curtir o feriadão mesmo em dias chuvosos

Dia a dia

Mais de 400 pessoas deixam as casas após chuva no ES

Dia a dia

Fragmentos de óleo são encontrados em Jacaraípe

Dia a dia

Represa se rompe em Marechal Floriano