Morre aos 71 anos em SP o produtor musical Arnaldo Saccomani - ES360

Morre aos 71 anos em SP o produtor musical Arnaldo Saccomani

Causa da morte não foi divulgada, mas o músico sofria de diabetes severa e tinha problema renal

Morreu na madrugada desta quinta-feira, 27, o produtor musical Arnaldo Saccomani. Com 71 anos completados na segunda-feira, 24, o produtor e músico não teve causa da morte divulgada. Saccomani tinha diabetes severa e insuficiência renal e estava com as filhas no interior de São Paulo.

Em post nas redes sociais, sua filha Thais Saccomani publicou uma imagem com o pai e escreveu: “sempre estaremos juntos”, e ainda compartilhou homenagens de amigos e colegas, como Rick Bonadio e J.C., do grupo Sampa Crew.

Rick Bonadio disse: “é com uma profunda tristeza que dedico esse espaço ao grande amigo, mestre e pessoa que me deu as primeiras oportunidades e incentivos na minha carreira na música. @arnaldosaccomanitv partiu agora à pouco. Sua querida filha Thais me avisou pois sabia da nossa relação de amizade e vida. O Arnaldo é um dos maiores produtores musicais desse país senão o maior. Talentoso, carismático e o rei dos comentários inesperados mas profundamente pertinentes. Obrigado por todos os ensinamentos mestre Lindaço, te conheci por um equívoco do destino e graças a você pude fazer o que mais amo na vida”. Descanse em paz”.

J.C., do grupo Sampa Crew, também sem manifestou. “É com uma imensa tristeza que até me enfraquece, que lamento a partida desse plano, daquele que sempre será, pela enorme admiração que sempre o tivemos, considerando o quinto integrante do Sampa Crew Meu maior parceiro musical em composições de sucessos fundamentais do Sampa Crew que deram início a uma jornada de êxitos inesquecíveis de nossa carreira”.

Saccomani era também compositor e instrumentista e ficou mais conhecido ao participar como jurado de programas como Ídolos, do SBT, ao lado de Carlos Eduardo Miranda, Cynthia “Cyz” Zamorano e Thomas Roth. Ele participou, ainda, da produção de discos de nomes como Rita Lee, Tim Maia, Ronnie Von e Larissa Manoela.

Estadão Conteúdo


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Política

‘Quando o chefe decide, o subordinado cumpre’, diz Bolsonaro sobre Pazuello

Dia a dia

Grande Vitória tem duas candidaturas a prefeito indeferidas

Dinheiro

Caixa libera saques do auxílio para 3,8 milhões de beneficiários

Política

PF apreendeu ‘pepita de ouro’ na casa do senador da cueca