Moro convoca coletiva após demissão de diretor-geral da PF - ES360

Moro convoca coletiva após demissão de diretor-geral da PF

A expectativa é que ministro da Justiça e Segurança Pública se manifeste sobre sua permanência ou não à frente da pasta

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, convocou para as 11h da manhã desta sexta-feira (24) uma coletiva de imprensa na sede do Ministério, em Brasília. A expectativa é que Moro se manifeste sobre sua permanência ou não à frente da pasta, após a exoneração do delegado Maurício Valeixo da direção da Polícia Federal. A demissão, determinada pelo presidente Jair Bolsonaro, foi publicada oficialmente no Diário Oficial da União desta sexta.

> Governo fecha semana exemplar na geração de crises

Desgastado no governo desde que sua agenda de combate à corrupção perdeu protagonismo, Moro avisou ao presidente Bolsonaro, nessa quinta-feira (23), que deixaria a equipe caso ele impusesse um novo nome para a diretoria-geral da PF. A ameaça de demissão provocou fortes reações nos três Poderes e a ala militar do governo teve de entrar em campo na tentativa de segurar Moro, o mais popular ministro da Esplanada.

Até o momento, o nome mais cotado para o cargo máximo da Polícia Federal é o do atual diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem. A escolha, no entanto, é tradicionalmente, feita pelo ministro da Justiça.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Agentes da PF estão na residência oficial de Wilson Witzel, no Rio de Janeiro

Dia a dia

Por que o governo optou por não montar hospital de campanha na Grande Vitória

Mundo

Latam pede recuperação judicial nos Estados Unidos

Dia a dia

Brasil registra 807 novos óbitos por coronavírus; total de mortos passa de 23 mil