Moradores de prédio onde ocorreu incêndio podem retornar para casa - ES360

Moradores de prédio onde ocorreu incêndio podem retornar para casa

Vistoria da Defesa Civil de Vitória não constatou risco estrutural do edifício. Apenas apartamento que pegou fogo permanecerá interditado

O incêndio no edifício Pintor Fanzeres, na Praia do Canto, em Vitória, deixou uma criança de quatro anos morta. Foto: Vinicius Arruda/ES360
O incêndio no edifício Pintor Fanzeres, na Praia do Canto, em Vitória, deixou uma criança de quatro anos morta. Foto: Vinicius Arruda/ES360

Após uma noite fora de casa em decorrência do incêndio que vitimou uma criança de quatro anos, os moradores do condomínio Pintor Fanzeres, na Praia do Canto, em Vitória, já podem retornar a seus apartamentos. O edifício foi interditado na noite desta segunda-feira (19) como medida de segurança pela Defesa Civil de Vitória.

> Incêndio na Praia do Canto foi atendido após 21 minutos por bombeiros de Vila Velha

No início da manhã desta terça, o órgão retornou ao local para realizar a perícia e analisar a situação do condomínio. De acordo com Sidnéia Santos, coordenadora em exercício da Defesa Civil Municipal, o incêndio não causou riscos estruturais aos demais apartamentos.

> Bombeiros coletam equipamentos elétricos de apartamento após incêndio

Em entrevista à rádio BandNews FM, Sidnéia Santos falou sobre o trabalho realizado pelos agentes da Defesa Civil e o estado do prédio após o incêndio. Confira!

Além do apartamento onde ocorreu o incêndio, houve alguma outra estrutura comprometida pelo fogo?

Não. A parte mais comprometida foi o quarto onde começou o incêndio.

Qual a situação do restante do prédio?

Desinterditamos o prédio e demais apartamentos. Mas a situação ainda é anormal. O elevador está desligado e ainda tem muita água nos corredores e escada. Os apartamentos estão muito sujos de fuligem. Vai ser um dia de limpeza e adequação.

Como funciona a colaboração com a Defesa Civil e Corpo de Bombeiros?

A parte da Defesa Civil é fazer a avaliação estrutural, o risco que o incêndio pode ter causado na estrutura do prédio. Não temos participação na apuração da causa e motivos do incêndio. Essa é a parte dos Bombeiros. Nós informamos se é seguro ou não a realização da perícia por parte deles.

O prédio então está liberado?

Sim, está liberado. O apartamento do sinistro obviamente permanece interditado para a realização da perícia dos Bombeiros que pode levar algum tempo. Depois disso, será liberado para a reforma.

Imagens do corredor do apartamento que pegou fogo:

Veja imagens do incêndio:


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Eleições 2020

Arnaldinho Borgo é eleito prefeito de Vila Velha

Eleições 2020

Delegado Lorenzo Pazolini será o novo prefeito de Vitória

Eleições 2020

Barroso diz que abstenção de eleitores foi maior que o desejável

Eleições 2020

“Tivemos uma vitória política em Cariacica”, diz Célia Tavares em Cariacica