Metrô de superfície volta a ser discutido no estado - ES360

Metrô de superfície volta a ser discutido no estado

Edital publicado pelo governo do estado prevê que empresas interessadas apresentem estudos sobre modal interligando Serra e Vitória

A implantação de um metrô de superfície volta a ser pauta dos capixabas. A Semobi (Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura) publicou na segunda-feira (30) um edital de Proposta de Manifestação de Interesse para empresas que queiram elaborar projetos e estudos referentes à implantação de modal ferroviário urbano – como o metro de superfície, VLT (Veículo leve sobre trilhos) e monotrilho – interligando os municípios de Serra e Vitória.

O prazo para que os interessados apresentem a documentação para obter a autorização é de 30 dias, contados a partir da publicação do edital. Após a autorização, o prazo para apresentação dos estudos é de 90 dias.

“O interesse partiu da iniciativa privada, que solicitou a autorização para realizar os estudos. Por isso, estamos publicando para conhecimento de outras empresas que possam ter interesse neste mesmo objeto, abrindo prazo para que apresentem a documentação e também recebam a autorização para executar os estudos. Acreditamos que quanto mais empresas interessadas, mais chances o Estado tem de receber bons projetos”, explicou o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno.

Em 2004, um projeto de metrô de superfície chegou a ser anunciado durante a campanha que elegeu o prefeito João Coser em Vitória.

Mais notícias
Dia a dia

Subiu para 8,9 mil o número de pessoas fora de casa ES

Dia a dia

Rio Doce atinge nível de alerta em Colatina

Dia a dia

Previsão de chuva para segunda-feira no Espírito Santo

Dia a dia

Rodovias estaduais seguem interditadas; confira