Maranata cria atendimento médico online para fieis com suspeita de covid-19 - ES360

Maranata cria atendimento médico online para fieis com suspeita de covid-19

A pandemia da Covid-19 sobrecarregou os serviços de saúde em todo o mundo. No Brasil, não foi diferente. Com o número elevado de casos de Coronavírus, em todo o país foi preciso buscar alternativas para viabilizar o atendimento médico.

Pensando nisso, a Igreja Cristã Maranata criou um serviço de telemedicina gratuito para que os fiéis que apresentem sintomas da doença possam buscar orientação médica.

Tudo feito de forma voluntária por médicos que são membros da Maranata, numa grande demonstração de união entre os fieis. Eles destinaram parte do seu tempo para atender os irmãos que passaram por apuros com a Covid-19.

Atualmente, 16 médicos voluntários da ICM fazem o serviço de telemedicina para os fieis, além de uma profissional médica contratada. A demanda é grande e engloba todo o país.

Cerca de 20 atendimentos são feitos por dia, desde junho de 2020, quando o programa começou. De lá até o dia 18 de janeiro de 2021, foram 829 pacientes atendidos.

Uma das beneficiadas foi Valéria Campos, fiel da Maranata de São José dos Campos, no interior de São Paulo. “Eu comecei a sentir sintomas e ter muitas dúvidas, não queria ir para hospital. Fiquei sabendo do atendimento dos voluntários da Igreja. Foi uma bênção! Tudo muito rápido, o atendimento foi ótimo, me indicou vários exames e me senti muito bem cuidada”, disse.

Outra beneficiada com o atendimento foi Cyntia Fernandes Rosseto. Membro da Maranata e funcionária do

Cyntia Fernandes foi atendida pelo serviço de telemedicina ao ter sintomas da Covid-19

Presbitério, ela teve Covid-19 e é grata ao atendimento que a auxiliou em sua recuperação.

“Esse projeto foi e tem sido importante na minha vida e na vida de muitos. Eu tive sintomas graves da covid-19, que atingiu a minha respiração, ficando bem prejudicada. Depois de seis dias de sintomas, decidi procurar a ajuda dos

médicos voluntários, e fui imediatamente bem atendida, recebi o tratamento adequado e de acordo com a minha situação e a cada dia eu fui obtendo significativa melhora. E hoje, estou muito bem, graças a Deus e aos médicos voluntários que me assistiram”, relatou Cyntia.

De Minas Gerais, o cardiologista Sérgio Luiz Barrote está há 32 anos na Maranata. Ele é o que mais prestou atendimentos na plataforma. Com ampla experiência na atividade médica, ele conta que a pandemia fez os médicos se reinventarem.

Médico Sérgio Luiz Barrote atende voluntariamente os fieis da Igreja Maranata

“Ninguém tinha essa prática da telemedicina. Mas a pandemia fez a gente se reinventar. Fizemos treinamentos e começamos com um grupo pequeno, que foi crescendo. O papel é mais de orientação, conferimos os sintomas e vamos checando, se tiver paciente com saturação baixa, encaminhamos para o hospital”, disse.

O cardiologista também relata a gratificação que é realizar a nobreza de um trabalho voluntário para os fieis da ICM em um momento tão importante para a sociedade.

“Me disponibilizei voluntariamente desde o início da pandemia. Nesse projeto, já atendi centenas de pacientes da Igreja Maranata, são consultas de 30 minutos cada. Atendi pessoas de todo o Brasil. Só do Espírito Santo, foram fiéis de mais de 30 cidades. É muito gratificante”, afirmou o Dr. Sérgio Luiz.

Luiz Antônio Freixêdas também presta atendimento aos irmãos da ICM
Luiz Antônio Freixêdas também presta atendimento aos irmãos da ICM

Outro médico voluntário do programa, o ortopedista Luiz Antonio Moradei Freixêdas, do interior de São Paulo, conta como tem sido realizado os atendimentos.

“Já sou voluntário como médico na Igreja há um bom tempo, em eventos nossos, antes da pandemia. Sempre dei apoio de saúde aos demais membros. Com a pandemia, tivemos agora essa prática do atendimento online. Aproveitamos nas consultas também para usar o recurso médico, mas também o recurso de Deus, com orações no início e fim das consultas”, relatou.

O médico também destacou que, em nome do auxílio na contenção da pandemia, foi preciso estudar para prestar o melhor atendimento. “São médicos de todas as especialidades, todos estudando muito. Eu mesmo sou ortopedista, mas estamos acompanhando tudo relacionado à pandemia para dar o melhor atendimento aos fieis da Maranata”, acrescentou.

As consultas são feitas por um software especializado em serviços médicos. Para o fiel ter acesso, é preciso comunicar ao pastor responsável pela igreja ao qual ele freqüenta.

Por fim, é procedido o agendamento com a equipe responsável pelo serviço de assistência médica.

Como acompanhar a ICM pela internet:

Siteigrejacristamaranata.org.br
YouTubeyoutube.com/igrejacristamaranataoficial
Facebookfacebook.com/igrejacristamaranata
Instagraminstagram.com/igrejacristamaranata_oficial

Rádio Maanaim

Siteradiomaanaim.com.br
Facebookfacebook.com/radiomaanaim
Instagraminstagram.com/radiomaanaim

Postagens de conteúdos no canal do Youtube

Cultos: Todos os dias uma postagem inédita às 20h.
Escola Bíblica: Domingos, às 9h40min.
Programa Conversas Bíblicas: Quintas-feiras, às 12h.
Material para Crianças e Adolescentes: Quintas-feiras, 16h.
Programa Anunciando o Evangelho Eterno: Sextas-feiras, às 21h.


Comentários:

  • Belo trabalho! A igreja cumprindo seu papel espiritual e social 👏🏻👏🏻👏🏻

  • Sou do Rio de Janeiro, Eu e meu filho fomos muito bem atendidos por este serviço médico num momento difícil com hospitais e clínicas lotadas e de difícil atendimento. Em menos de 12 hs da solicitação fomos atendidos, o médico nos passou confiança no atendimento, orientações, exames e medicamentos prescritos e graças a Deus ficamos bons! Gratidão a Deus, ao médico e equipe, e a igreja pela bela e rápida iniciativa.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Começa vacinação de idosos acima de 80 anos. Veja datas

Dinheiro

Espírito Santo terá loteria estadual até julho

Dia a dia

Mais de 117 mil pessoas receberam 1ª dose da vacina no ES

Dia a dia

Saiba como funciona bafômetro que identifica álcool no ar