Mais amargor, por favor! Conheça mais sobre as cervejas IPAs - ES360

Mais amargor, por favor! Conheça mais sobre as cervejas IPAs

Cerveja IPA tem como característica intensidade de amargor e aroma. Foto: Letícia Orlandi
Cerveja IPA tem como característica intensidade de amargor e aroma. Foto: Letícia Orlandi

Embora muitos comecem a provar cervejas artesanais por opções como Red Ale e Weiss, a queridinha e uma das mais consumidas pelo público é a IPA, que é uma cerveja mais amarga. E para um mercado que está sempre em busca de novidades, vão surgindo opções mais atenuadas (session IPA) e mais fortes (Double ou Imperial IPA). E ainda a New England IPA, estilo que nasceu na região nordeste dos Estados Unidos e apresentou cervejas com forte aroma de lúpulo e turbidez elevada.

IPA é sinônimo de intensidade e amargor trazidos pelos lúpulos e é sigla para India Pale Ale. Como toda boa cerveja tem história, vamos a essa. A IPA surgiu das tradicionais inglesas Pale Ales. Elas eram levadas em barris em navios para as Índias, mas estragavam durante o longo percurso. Pela propriedade conservante do lúpulo, optou-se por colocar mais do ingrediente nas receitas, para as cervejas aguentarem a viagem. Assim, elas também ficaram mais amargas e com aroma acentuado.

Para se ter uma ideia da intensidade, enquanto para fazer uma Pale Ale o cervejeiro usa 1 a 2 gramas de lúpulo por litro, na IPA a medida chega ao dobro, de 2 a 4 g/l e na Double IPA esse índice dobra novamente (4 a 8g/l). Mas há ainda quem crie receitas que mesmo tendo doses consideradas “exageradas” de lúpulo. Algumas cervejarias chegam a usar 20g/l de lúpulo nas receitas, que valem a experiência sensorial.

Apesar de ter origem na Inglaterra, as IPAs mais consumidas são as versões americanas, feitas com lúpulos daquele país, que têm muitas vezes características mais cítricas, frutadas e aromáticas dos que os ingleses, onde predomina o herbal.

Na hora de escolher a cerveja, é importante ficar atento à data de fabricação se for escolher as versões em lata e garrafa, pois quanto mais fresca a cerveja mais evidentes vão estar os aromas e sabores vindos dos lúpulos. No Espírito Santo temos ótimas opções de IPAs para provar fresca, diretamente do barril. Mas a lista delas já é assunto para uma próxima coluna….

Vamos degustar?

Lançamento. E tem mais uma IPA no mercado capixaba. No sábado, dia 30/11 a Hood Cervejaria lança a Hazy Bite, uma Double New England IPA feita com os lúpulos Mosaic e Vic Secret. Ela tem 8% de álcool e amargor médio, 50 IBU. E promete ser bem turva, cítrica e frutada, como uma boa Neipa. O evento de lançamento na casa da cervejaria, na Praia da Costa, em Vila Velha, a partir das 16h, vai contar com show da banda Muddy Brothers.

Inauguração. Também no sábado, dia 30/11, às 20h, será inaugurada mais um tap house em Vitória, desta vez no point mais agitado do Triângulo das Bermudas na Praia do Canto. A Everhop chega com 24 torneiras, sistema self-service com cartão de consumo. Além de shows, a casa também é focada em esportes como futebol, UFC, NFL e NBA. Fica na rua Joaquim Lírio, 820.

Leticia Orlandi é jornalista e entusiasta de cervejas artesanais. Escreve sobre histórias e sabores por trás de cada copo.

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do ES360.

Mais Colunas