Libertadores tem duelos decisivos e Brasil pode garantir representante na final - ES360

Libertadores tem duelos decisivos e Brasil pode garantir representante na final

Confrontos de volta das oitavas de final serão realizados no meio da semana; Inter e Boca se enfrentam pelo jogo de ida, que havia sido adiado

Os jogos no meio desta semana são decisivos para os clubes brasileiros na Copa Libertadores da América. Com vantagem após vitória no duelo de ida, Santos, Palmeiras e Grêmio buscam confirmar a classificação para as quartas de final. O Athletico-PR, por sua vez, tem a missão mais complicada: empatou por 1 a 1 com o River Plate, na Arena da Baixada. O Flamengo também ficou no 1 a 1, mas na Argentina, com o Racing, e vai decidir a vaga no Maracanã. Já o Internacional inicia as oitavas contra o Boca Juniors nesta quarta-feira, depois de o confronto de ida ter sido adiado em razão da morte do ídolo argentino Diego Maradona.

Com seis representantes nas oitavas de final, o Brasil já pode garantir uma vaga na decisão da Libertadores caso Grêmio, Santos, Flamengo e Inter avancem na competição. Isso porque o quarteto está do mesmo lado da chave. Se todos passarem de fase, os duelos das quartas de final ficariam: Grêmio x Santos e Flamengo x Inter.

Veja como estão os brasileiros na Libertadores

Na terça-feira, o Santos recebe a LDU na Vila Belmiro, a partir das 19h15. A equipe alvinegra tem a vantagem de poder empatar ou até perder por 1 a 0 para avançar. No duelo de ida, na altitude de Quito, o Santos venceu por 2 a 1.

No mesmo horário, o Athletico-PR vai precisar ter grande atuação no confronto com o atual vice-campeão, o River Plate. Após empate por 1 a 1 na Arena da Baixada, o time argentino tem a vantagem de empatar sem gols para passar de fase.

Logo em seguida na terça-feira, a partir das 21h30, o Flamengo recebe o Racing e joga por um empate sem gols para avançar às quartas de final. No duelo de ida na Argentina, as equipes ficaram no 1 a 1.

Na quarta-feira, o Palmeiras não deve ter dificuldade para confirmar a vaga. O time alviverde bateu o modesto Delfín por 3 a 1 no confronto de ida, no Equador. O jogo de volta será realizado às 19h15, no Allianz Parque.

A partir das 21h30, Inter e Boca começam a decidir quem vai avançar para as quartas de final. O duelo de ida seria realizado na semana passado, mas foi adiado por causa da morte de Diego Maradona. O pedido foi feito pelo time argentino e atendido pela Conmebol. A partida começa às 21h30, no Beira-Rio. Na quarta-feira da semana que vem, as equipes se enfrentam na Bombonera.

Na quinta-feira, o Grêmio recebe o Guaraní do Paraguai e também tem boa vantagem. O time gaúcho venceu por 2 a 0 na semana passada, no Denfesores Del Chaco, em Assunção, e pode até perder por 1 a 0 na sua arena para avançar de fase.

Outros confrontos

Dos oito duelos das oitavas de final, apenas dois não contam com representantes brasileiros. Independiente Del Valle e Nacional empataram por 0 a 0 no duelo de ida e decidem a vaga nesta quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), no Uruguai. No outro duelo sem times do Brasil, o Libertad venceu o Jorge Wilstermann por 3 a 1 e tem boa vantagem para a partida de volta na Bolívia, nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília).


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Espírito Santo registra 13 mortes e 995 casos de covid-19 neste domingo

Dia a dia

Espírito Santo vai receber 100 mil doses das vacinas aprovadas pela Anvisa

Dia a dia

Em recado a Doria, Pazuello diz que não começa a vacinar com ‘jogada de marketing’

Dia a dia

Enfermeira Mônica Calazans de São Paulo é a 1ª vacinada contra covid-19 no Brasil