Leonardo da Vinci é vendido para grupo de Jorge Paulo Lemann - ES360

Leonardo da Vinci é vendido para grupo de Jorge Paulo Lemann

O colégio e outras 50 escolas pertencentes ao grupo Cogna, antiga Kroton, foram vendidos à Eleva Educação em um acordo de R$ 964 milhões

O Centro Educacional Leonardo da Vinci foi vendido pela segunda vez, em um intervalo de três anos, agora em um acordo quase bilionário. A escola, pertencente ao grupo Cogna, antiga Kroton, vendeu a unidade e outros 50 colégios para a Eleva Educação, que tem entre seus acionista o empresário Jorge Paulo Lemann.

Centro Educacional Leonardo da Vinci, em Vitória. Foto: Reprodução/Google Street View
Centro Educacional Leonardo da Vinci, em Vitória. Foto: Reprodução/Google Street View

O acordo foi fechado na noite desta segunda-feira (22). Porém, desde o final de semana já se falava em uma compra e venda de ativos entre as empresas.

Segundo o Valor Econômico, a Cogna adquiriu o sistema de ensino do Eleva por R$ 580 milhões. Em contrapartida, o grupo líder do setor venderá 51 colégios pelo total de R$ 964 milhões. Deste total, R$ 635 milhões deverão ser quitados dentro de cinco anos.

A diferença será convertida em debêntures de ações da Eleva, caso o grupo realize a abertura de capital (IPO), prevista para o primeiro semestre de 2021. Se confirmada a operação, a Cogna passa a acionista da Eleva, sob a condição de não poder compor blocos de controle acionários sobre a empresa, além de outras restrições de contrato.

Ainda de acordo com a publicação do Valor, a negociação entre as gigantes da Educação prevê também uma parceria comercial. Nos quatro primeiros anos após a assinatura de compra e venda de ativos, a Cogna fornecerá seu sistema de ensino à Eleva com um desconto de R$ 15 milhões ao ano. As empresas também se concordaram em desenvolver em conjunto novas ferramentas educacionais e a expansão da distribuição dos colégios da Eleva pelo país.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Política

TRE do Rio aumenta pena de Garotinho para 13 anos e 9 meses

Dia a dia

Taxa de ocupação de UTI para covid passa de 80% no ES

Dia a dia

Covid-19: Espírito Santo é o 11º no ranking de vacinação do Brasil

País

Alesp deve votar punição a deputado por caso de assédio