Inquérito vai apurar efeitos do pó preto à saúde - ES360

Inquérito vai apurar efeitos do pó preto à saúde

Objetivo é identificar os impactos provados pela poluição da Vale e Arcelor Mittal Tubarão na população da Grande Vitória

O MPES (Ministério Público Estadual) instaurou um inquérito civil para apurar os efeitos do pó preto gerado pelas empresas Vale e ArcelorMittal Tubarão à saúde da população da Grande Vitória.

Em 2018, as empresas assinaram TCAs (Termos de Compromissos Ambientais) para melhorar a qualidade do ar. Os termos foram elaborados com o MPES, o Ministério Público Federal e assinado pelas empresas e órgãos estaduais. O inquérito, porém, destaca que eles não contemplam quitação por danos à saúde.

Em nota, a Arcelor disse que vem mantendo diálogo com o MPES para contribuir com a busca de soluções. Cita, ainda, que apoia voluntariamente um estudo desenvolvido pela Ufes que aborda a influência da qualidade do ar no agravamento da asma em crianças e adolescentes.

A Vale disse que aguarda ser intimada e reforça seu constante diálogo com as autoridades.

Mais notícias
Dia a dia

Justiça do Trabalho determina fim da paralisação dos rodoviários

Dia a dia

Maiores de 30 anos serão vacinados com doses compradas pelo ES

Dia a dia

ES tem 26 pessoas fora de casa por causa da chuva

Política

Defesa de Lula: Sustentamos a incompetência da Justiça Federal do PR desde início