Heineken confirma reajuste nos preços da cerveja diante da alta do dólar - ES360

Heineken confirma reajuste nos preços da cerveja diante da alta do dólar

A empresa não revelou os percentuais de reajustes nem os produtos sujeitos a aumentos de preços

Cerveja long neck da Heineken. Foto: Divulgação
Cerveja long neck da Heineken. Foto: Divulgação

 

A Heineken confirmou o reajuste nos preços de cerveja diante da valorização do dólar no Brasil. A cervejaria holandesa, que tem ampliado sua participação de mercado nos últimos anos, disse que implementará uma nova tabela de preços em alguns dos seus produto no mercado brasileiro já a partir de setembro.

“A iniciativa é local e não está relacionada aos resultados globais da companhia. O reajuste de preços está relacionado à dinâmica natural do mercado brasileiro e à necessidade de compensar o impacto da valorização do dólar, uma vez que grande parte dos insumos envolvidos na produção das cervejas, incluindo, principalmente, o malte e materiais de embalagens, é importada”, diz a companhia em nota.

A Heineken acrescentou que a mudança de preços é uma decisão habitual, sendo realizada anualmente. A empresa não revelou os percentuais de reajustes nem os produtos sujeitos a aumentos de preços.

O aumento de preços poderá ter impacto nas ações da Ambev, líder de mercado e principal rival da cervejaria holandesa. Na quarta, a cervejaria dona das marcas Skol, Brahma e Antarctica anunciou que Daniel Wakswaser assumirá o cargo de diretor vice-presidente de marketing a partir do próximo dia 1º de outubro.

Estadão Conteúdo


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Eleições 2020

Com suspeita de covid, Gandini suspende agenda de campanha em Vitória

Eleições 2020

Após denúncias de disparos em massa, 256 contas são banidas do WhatsApp

País

DOU extra traz revogação de decreto sobre PPI na saúde pública

Dia a dia

Covid-19: Espírito Santo tem 9 mortes e 788 casos em 24 horas