Guarapari tem fiscalização reforçada e dois estabelecimentos interditados - ES360

Guarapari tem fiscalização reforçada e dois estabelecimentos interditados

A ação, realizada por forças da segurança pública, tem como objetivo o combate à pandemia, impedindo aglomerações

Praia do Morro, em Guarapari. Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Guarapari
Praia do Morro, em Guarapari. Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Guarapari

 

Trinta e cinco bares, restaurantes e quiosques foram visitados e apenas dois foram fechados durante fiscalização neste final de semana em Guarapari. A ação, realizada por forças da segurança pública, tem como objetivo o combate à pandemia, impedindo aglomerações em estabelecimentos comerciais que não estejam seguindo as normas estipuladas pelo Estado.

A operação do Corpo de Bombeiros foi realizada com apoio da Polícia Militar, Vigilância Sanitária Municipal, Secretaria Municipal de Postura, Procon Municipal, Secretaria de Meio Ambiente e Vigilância Sanitária do Estado As ações aconteceram no sábado (9), das 20h às 02h, e domingo (10), das 15h às 21h.

Em dois dias de operação foram fechados dois estabelecimentos, oito foram notificados e dois foram interditados. Também foram identificadas aglomerações em duas festas clandestinas. O Corpo de Bombeiros alertou que o Praia do Morro e Centro eram os locais com maior número de estabelecimentos funcionando e maior número de público.

O Corpo de Bombeiros informou que no sábado foram fiscalizados 12 estabelecimentos e uma festa clandestina. A prefeitura de Guarapari notificou dois estabelecimentos, porém, os bombeiros não emitiram nenhuma notificação, uma vez que a maioria dos locais irregulares foi notificada em operações conjuntas anteriores.

Ainda no sábado, em Nova Guarapari a equipe de fiscalização flagrou o término de uma festa clandestina. No local havia poucas pessoas e a maioria estava se dispersando. Em seguida, a equipe foi para Setiba, onde o serviço de inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) apontou a suspeita de festa clandestina em um estabelecimento comercial. Após a abordagem dos militares, o proprietário se comprometeu a fechar no horário estabelecido. Ao retornarem, o local estava fechado.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, no domingo foram abordados 23 estabelecimentos. Desse total, 13 estavam fechados no momento da fiscalização. Em Nova Guarapari, um estabelecimento foi interditado pela Secretaria de Postura e Trânsito. Também foi emitido auto de infração pela Vigilância Sanitária Municipal.

No domingo, o Corpo de Bombeiros constatou um estabelecimento funcionando sem possuir alvará. No total, a Vigilância Sanitária de Guarapari emitiu cinco autos de infração e dois estabelecimentos foram interditados.

Em caso de aglomerações, as as ocorrências podem ser registradas por meio do serviço de Disque Aglomeração, que funciona todos os dias das 9h às 22h, no telefone: (27) 99716-1848. Também tem o Disque Silêncio, que funciona de segunda a domingo, no telefone (27) 99905-6397.


Comentários:

  • Maior enganaçao esse discsilencio da prefeitura de guarapari ninguem atende .É só enrrolaçao agente paga imposto e eles nao resolvem nada.

  • Maior enganaçao esse disque silencio da prefeitura de guarapari.Agente paga imposto e a prefeitura nao resolve nada brincadeira cade a fiscalizaçao sempre foi assim.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

ES recebe neste domingo 35,5 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca

Dia a dia

VÍDEO: enfermeira do ES debocha da vacina nas redes socias

Dia a dia

ES registra 24 mortes e 858 novos casos de covid-19 em 24h

País

Começa a distribuição das doses de vacina AstraZeneca/Oxford para Estados