Guarapari e Colatina têm leve aumento na média de óbitos pela covid - ES360

Guarapari e Colatina têm leve aumento na média de óbitos pela covid

Em Colatina, a média móvel de novos óbitos nesta quarta-feira, dia 16, chegou a 0,43; há uma semana, esse índice era de 0,29

Avenida Beira Rio, em Colatina. Foto: Danielli Saquetto
Avenida Beira Rio, em Colatina. Foto: Danielli Saquetto

 

O crescimento do número de novas mortes não chega a ser alto, mas de qualquer maneira, Colatina está na contramão em relação ao momento da tendência geral do Espírito Santo, de queda da curva. No dia 10, o município registrava em média 0,29 vítimas da covid-19 por dia. Nesta quarta-feira, dia 16, o número subiu para 0,43. Com 5.945 registros da doença e 117 óbitos, o município é o sexto no ranking de maior incidência de casos do novo coronavírus. Os dados são do Painel Covid-19 da Secretaria de Estado da Saúde.

No mesmo período, Guarapari passou da média 0,14 óbitos por dia para 0,29 nesta quarta-feira.

Espírito Santo

A média móvel de novos casos no Espírito Santo nos últimos sete dias teve uma queda de 31,06%. O Painel Covid-19 mostra que no último dia 10, a média era de 467 confirmações por dia. Nesta quarta-feira, dia 16, este número caiu para 322.

O número de mortes diárias no mesmo período caiu 43,12%. Há sete dias atrás o estado registrava a média de 15,57 óbitos por dia. Hoje, dia 16, esse número caiu para 8,86. No pico da doença, a média móvel chegou a registrar 36,86 vítimas da covid-19 no dia 21 de junho.

Desde o início da pandemia, o Espírito Santo já registrou 3.388 mortes e 121.710 casos da covid-19. Nas últimas 24 horas, foram registrados 736 novos casos e 12 óbitos.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

De cada seis notificações, um resultado é positivo para covid-19 no ES

Dia a dia

Espírito Santo terá muita chuva nos próximos dias; veja a previsão

Dia a dia

Espírito Santo tem 15 mortes pelo coronavírus em 24 horas

Dia a dia

Rio Doce: em cinco anos, apenas 34% das famílias cadastradas receberam indenização