Grande Vitória tem 86% de ocupação dos leitos de UTI - ES360

Grande Vitória tem 86% de ocupação dos leitos de UTI

A situação das enfermarias também é preocupante na Grande Vitória: 84,45%. Dos 238 leitos, 201 estão em uso

Ministério Público retoma operação contra desvios na compra de respiradores. Foto: Ney Sarmento/PMMC
Leito de UTI com respiradores. Foto: Ney Sarmento/PMMC

 

A ocupação dos leitos de UTI para pacientes do coronavírus na Grande Vitória aumentou para 86,07%. As informações no Painel Covid-19 atualizados pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) revelam que das 280 unidades reservadas para covid-19, 241 estão ocupados nesta terça-feira (3). A situação das enfermarias também é preocupante na Grande Vitória: 84,45%. Dos 238 leitos, 201 estão em uso.

> Espírito Santo tem 13 mortes pelo coronavírus e 1.069 casos em 24 horas

A Secretaria da Saúde iniciou no final de julho a reversão de parte dos leitos exclusivos para pacientes com o novo coronavírus para o tratamento de outras doenças. Com isso, o estado passou a contar com 328 unidades a menos do que no auge da pandemia. Dessas 397 UTIs, 303 estão em uso. A taxa de ocupação atingiu 76,32%. Caso o estado contasse ainda com a ampliação dos leitos, o índice de ocupação seria de 42,38%.

Reversão de leitos

No auge da pandemia no novo coronavírus, o estado chegou a contar com 715 UTIs exclusivas. A Secretaria da Saúde detalha que a rede pública passou a contar com 606 unidades, dessas, 249 já foram revertidos para outras doenças. Dos 552 leitos de enfermaria da rede pública, destinados exclusivamente para pacientes com a covid-19, 335 foram migrados até o momento.

A Secretaria da Saúde informou que a migração de leitos covid-19 para outras doenças vem acontecendo de forma gradativa em todo estado, mas que estratégias estão sendo adotadas de acordo com o comportamento da curva da doença que é observada diariamente.

Ainda segundo a Secretaria da Saúde, o cenário está sendo avaliado e caso a ocupação de leitos ultrapasse os 80%, de forma sustentada, além de retornar com os leitos já migrados, ainda há a possibilidade de novas contratações. A Sesa também trabalha para com a previsão de entrega de mais 160 leitos para a rede própria de saúde até o final deste ano. Leitos que poderão ser disponibilizados para paciente com o novo coronavírus em caso de ascendência da curva.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dinheiro

Contas públicas fecham com superávit pela 1ª vez desde início da pandemia

Dia a dia

Detran-ES lança serviço automatizado de registro de veículos novos

Mundo

Moderna anuncia eficácia em vacina e pedirá uso emergencial nos EUA e Europa

Mundo

Vacina de Oxford perde status de grande aposta e vira incógnita