Governo do ES quer retorno das aulas das escolas estaduais e municipais em fevereiro - ES360

Governo do ES quer retorno das aulas das escolas estaduais e municipais em fevereiro

Governador Renato Casagrande se reuniu com prefeitos da Grande Vitória e litoral e discutiu retomada das aulas de forma unificada

Casagrande se reuniu com novos prefeitos da região metropolitana e litoral. Foto: Reprodução

O governo do Espírito Santo quer que as aulas nas escolas estaduais e municipais sejam retomadas em fevereiro, de forma unificada e presenciais. O assunto foi discutido na primeira reunião realizada pelo governador Renato Casagrande com os prefeitos eleitos da Grande Vitória e também do litoral do estado, na tarde desta terça-feira (05). O encontro tinha como objetivo alinhar com as novas administrações os trabalhos de enfrentamento ao novo coronavírus. Participaram da reunião, que foi virtual, os prefeitos e secretários de saúde de Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Viana, Fundão, Anchieta, Itapemirim, Aracruz, Linhares, Conceição da Barra, São Mateus, Guarapari, Piúma, Marataízes e Presidente Kennedy.

Na conversa, ficou acordada a criação de um comitê em parceria do governo do Estado, Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) e Ministério Público Estadual (MPES) para que as aulas sejam retomadas em fevereiro de forma unificada. As aulas nas escolas da rede estadual começaram a voltar em outubro, mas os municípios, que atendem à educação infantil e fundamental, decidiram que não retornariam às atividades presenciais naquele momento.

“Montamos um comitê com a Amunes e o Ministério Público para que a gente possa definir de forma conjunta o formato de retorno às aulas em fevereiro. Vamos retornar às aulas dentro de um protocolo. É bom que estados e municípios retornem às aulas agora em fevereiro no mesmo formato. A reunião foi produtiva e queremos envolver cada vez mais os municípios no trabalho de combate à covid-19 para que a gente possa salvar vidas de capixabas”, ressaltou Casagrande.

Medidas contra a covid

O governador destacou a importância dos municípios cumprirem os decretos do governo do Estado e de que as decisões diferenciadas sejam mais restritivas. Casagrande também apontou a importância que os municípios mantenham as pessoas com sintomas em isolamento, interrompendo a cadeia de transmissão do vírus; que possam trabalhar em conjunto na fiscalização, principalmente evitando aglomerações; e que os prefeitos possam conversar com a sociedade sobre a importância de manter as regras de convivência.

O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Cerqueira, apresentou mostrou  como são utilizadas as fórmulas na confecção do Mapa de Risco, que define, a cada semana, a situação de cada município. Cerqueira destacou que os dados são de conhecimento de toda sociedade e retirado do Painel Covid-19 ES.

Em seguida, o diretor do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), Pablo Lira, apresentou os dados de transmissão e o diretor do Laboratório Central (Lacen), Rodrigo Rodrigues, apresentou os dados e a forma de trabalho do Lacen. Todos esses dados são apresentados semanalmente na reunião da Sala de Situação, que toma as decisões sobre as medidas qualificadas. O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, apresentou o trabalho que tem sido realizado na Secretaria.

Também se manifestaram o presidente da Amunes, Gilson Daniel; a procuradora-geral de Justiça, Luciana Andrade e os prefeitos Mateusinho (Conceição da Barra), Arnaldinho Borgo (Vila Velha) e Wanderson Bueno (Viana).

Também participaram do encontro a vice-governadora, Jaqueline Moraes, e os secretários de Estado Álvaro Duboc (Economia e Planejamento e Tyago Hoffmann (Governo).


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

41 municípios capixabas não adquiriram todos os EPIs para o retorno das aulas

Dia a dia

Espírito Santo tem 30 óbitos pela covid-19 e 1.246 casos em 24 horas

País

Bolsonaro sobre o leite condensado: ‘É para enfiar no rabo da imprensa’. Veja o vídeo

Dia a dia

Maranata cria atendimento médico online para fieis com suspeita de covid-19