Goiás bate Flu por 3 a 0 e deixa o rival na zona de rebaixamento - ES360

Goiás bate Flu por 3 a 0 e deixa o rival na zona de rebaixamento

Com 18 pontos, a equipe carioca assume a 17ª posição da tabela, à frente do Cruzeiro, que tem a mesma pontuação, pelo saldo de gols

Fluminense x Goiás - 22/09/2019
Michael abriu o placar para o Goiás aos 11 minutos do primeiro. Na segunda etapa, Rafael Vaz ampliou, aos 20, e Yago Felipe fechou o placar aos 43 minutos. Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.

Depois de péssima sequência no fim do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o Goiás espantou a má fase e conseguiu importante vitória sobre o Fluminense, por 3 a 0, neste domingo, em Goiânia. O ponta Michael, o zagueiro Raphael Vaz e o volante Yago Felipe fizeram os gols do triunfo esmeraldino.

Com o resultado, o Goiás voltou a vencer após três derrotas consecutivas no torneio nacional. O time goiano também respira na briga contra o rebaixamento, chegando aos 24 pontos e subindo para a 12ª colocação, que dá acesso à Copa Sul-Americana.

> Ronaldo e Messi disputam hegemonia na premiação da Fifa
> Vasco sai atrás, reage e empata com o Athletico-PR em casa

Já o Fluminense, que vinha de duas vitórias, agora abre a zona da degola no Brasileirão. A equipe carioca estacionou nos 18 pontos, caindo para o 17º posto da tabela, à frente do Cruzeiro, que tem a mesma pontuação, pelo saldo de gols.

No confronto deste domingo, o clube tricolor mostrou por que está na parte de baixo da classificação. Lento, pouco criativo e apático, o time comandado por Oswaldo de Oliveira pouco produziu em campo.

> Palmeiras bate o Fortaleza e segue a busca pelo Flamengo

Já os donos da casa não sentiram o desfalque do lesionado centroavante Rafael Moura e aproveitaram o apoio da torcida no Serra Dourada para abrir o placar logo no começo do jogo, aos 11 minutos do primeiro tempo.

A dupla de zaga do Fluminense se atrapalhou e permitiu chute defendido por Muriel. No rebote, porém, o goleiro não pôde evitar o gol de Michael, que limpou o marcador e bateu com firmeza para fazer 1 a 0.

Na comemoração, o ponta homenageou Rafael Rocha, analista de desempenho do Goiás que morreu na última segunda-feira. No restante da etapa inicial, o jogo foi morno e teve apenas mais uma chance dos mandantes, mas sem grande perigo.

No segundo tempo, os visitantes voltaram com mais afinco, mas continuaram com problemas de criação e não ameaçaram a meta goiana. O goleiro Tadeu, aliás, retornou à baliza esmeraldina após se machucar na derrota para o Palmeiras.

Naquele jogo, Tadeu bateu a cabeça após choque com Zé Rafael e teve que ficar de fora da partida seguinte, na derrota para o Grêmio. Neste domingo, o arqueiro jogou com um capacete preto ao melhor estilo Petr Cech, ex-goleiro tcheco.

Já Muriel não teve a tranquilidade do colega e ainda viu o Goiás ampliar, aos 20 da etapa complementar. Após boa cobrança de escanteio pela esquerda, Rafael Vaz subiu mais do que a defesa tricolor para balançar a rede no Serra Dourada.

Quinze minutos depois, porém, os donos da casa ficaram com um jogador a menos. Após revisão com o árbitro de vídeo (VAR), Rafael Traci interpretou pisão proposital de Breno em João Pedro e expulsou o volante de forma controversa.

Aos 43, veio o terceiro gol da partida: Yago Felipe recebeu de Kaio em profundidade e bateu de cavadinha, na saída de Muriel, que nada pôde fazer. Placar final: 3 a 0 para o Goiás, que marcou até com um jogador a menos.

Na próxima rodada, o clube esmeraldino visita o São Paulo, na quarta-feira, às 21h30, no Morumbi. Já o Fluminense recebe o Santos, na quinta, às 20h, no Maracanã.

Estadão Conteúdo

Mais notícias
Dia a dia

Apenas 3 municípios do ES aderiram à compra direta de vacinas

País

MP encerra grupo que investigava Flávio Bolsonaro

Dia a dia

Covid: imunidade comprometida e infecção longa podem ser explicação para mutações

Dia a dia

Maranata leva ensinamentos a pessoas com deficiência