Frescobol, altinha e caixa de som proibidos nas férias em Vitória - ES360

Frescobol, altinha e caixa de som proibidos nas férias em Vitória

Passou a valer lei que impede a prática dos esportes nos finais de semana de dezembro, janeiro e julho em praias como Ilha do Boi

Amigos jogam altinha na Ilha do Boi, em Vitória. Foto: Chico Guedes
Julho será o primeiro mês que a lei começa a valer. Foto: Chico Guedes

 

A prática de esportes como frescobol e altinha nos finais de semana do período de férias está proibida a partir de agora nas praias da Ilha do Boi e Ilha do Frade, em Vitória. É o que determina a lei nº 9.623, sancionada nesta terça-feira (10) pela prefeitura de Vitória, que além das atividades restringe ainda o uso de caixas de som em praias com menos de 200 metros de extensão aos sábados e aos domingos de dezembro, janeiro, julho.

Durante esses meses, a prática desses esportes só fica autorizada em praias pequenas se o município identificar e separar as áreas específicas. É o que a prefeitura pretende fazer nas praias mais movimentadas, como a Ilha do Boi, segundo o secretário de Governo interino Walace Valente.

“Como a lei entrou em vigor agora, em julho será o primeiro mês que os espaços serão organizados. A intenção é ouvir os interessados para demarcar essas áreas. A ideia é organizar os espaços e melhorar a convivência na praia”, explica.

Questionado sobre fiscalização, Valente explicou que ficará a cargo dos fiscais de posturas da prefeitura. “Não tem multa prevista. Caso flagrem irregularidade, os fiscais vão chegar para conversar, promovendo conscientização que a prática dos esportes na praia cheia pode perturbar ou machucar alguém”, detalha.

Para o diretor técnico da Associação de Frescobol do Espírito Santo, Mauro Silveira, a medida é benéfica e não deve atrapalhar os jogadores de competição, que treinam durante a semana, quando as praias estão mais vazias. “Como atleta de frescobol, jogamos em locais onde não oferecemos risco para os banhistas e usamos redes apropriadas. Mas alguns ainda insistem em jogar no meio dos banhistas”.

Eduardo Moreira, diretor da Associação de Frescobol, também é a favor da lei. “Podem criar um espaço para que se pratique tanto a altinha quanto o frescobol. A praia é pública e todo mundo pode usufruir”, defende.

Grande Vitória

Além de Vitória, a Serra também proíbe qualquer atividade em áreas de restinga nas praias do município. Já Vila Velha começou a discutir o assunto no Projeto Orla, que está em andamento. Segundo a prefeitura, o projeto tem como objetivo o ordenamento e a utilização sustentável dos espaços da orla costeira. A partir da próxima semana, serão realizadas oficinas para apresentar a proposta e receber também a contribuição da comunidade.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Brasil tem maior alta de óbitos entre países com mais mortes pela covid

Dia a dia

ES registra mais 12 mortes e 1.324 casos em 24 horas

Dia a dia

ES ganha mais 20 leitos de UTI nesta segunda-feira

Esportes

Para Colômbia, é ‘improvável’ receber voo da Seleção Brasileira