Findes lança 2º edição de Indicador de Ambiente de Negócios - ES360

Findes lança 2º edição de Indicador de Ambiente de Negócios

Ferramenta tem como objetivo auxiliar o gestor a elaborar estratégias de melhoria da qualidade das políticas públicas que afetam o seu território

Diante das incertezas provocadas pela pandemia do novo coronavírus, os gestores públicos capixabas terão grandes desafios econômicos e sociais para enfrentar em 2021. E para ajudar a compreender esse cenário, a Findes (Federação das Indústrias do Espírito Santo), por meio do Ideies (Instituto de Desenvolvimento Industrial do Espírito Santo), lançou, nesta terça-feira (8), o Indicador de Ambiente de Negócios (IAN) 2020, segunda edição da ferramenta. A plataforma tem como objetivo sinalizar aos gestores um caminho para a elaboração de estratégias de melhoria da qualidade das atuais políticas públicas.

O lançamento oficial da ferramenta será online e transmitido pelo canal do YouTube da Findes, às 18h.

De acordo com a Findes, a plataforma pode ser vista como um fator de atração de investimentos, ao auxiliar os empreendedores a conhecer as realidades específicas sobre ambiente de negócios dos municípios do Espírito Santo. Ou seja, trata-se de um primeiro olhar qualificado sobre o território.

Para isso, a ferramenta apresenta 39 indicadores divididos em 10 categorias (Condições Urbanas, Segurança Pública, Transporte, Acesso ao Crédito, Diversidade Econômica, Inovação, Tamanho do Mercado, Educação, Saúde e Qualificação da Mão de Obra), agregadas em quatro grandes eixos (Infraestrutura, Capital Humano, Gestão Fiscal e Potencial de Mercado).

E por se tratar de uma nova edição da plataforma, os gestores poderão analisar a evolução de cada um dos indicadores para cada cidade capixaba entre os anos de 2019 e 2020. “Com isso, os gestores públicos, empresários e a sociedade em geral passam a ter não só um retrato da situação do ambiente de negócios do seu município, mas também conseguem analisar essa situação de forma dinâmica em dois diferentes períodos. Neste ano, o IAN possibilitará um maior leque de comparações em nível de categorias e de indicadores, o usuário poderá comparar o município selecionado com diferentes agrupamentos regionais”, detalhou a Findes em seu site.

A divulgação dos dados

Assim como em 2019, a apresentação dos dados continuará sendo por meio do Portal da Indústria do ES em que os municípios recebem uma pontuação para cada um dos eixos e uma pontuação agregada. As pontuações são obtidas por uma média quantitativa de indicadores mapeados, ponderados por uma metodologia pré-definida. Além disso, as informações também poderão ser acessadas para cada um dos eixos, categorias e indicadores, permitindo ao usuário a identificação de gargalos e de boas performances locais em um nível considerável de detalhes.

A ferramenta ainda concentra exemplos de boas práticas de projeto e procedimentos que já vêm sendo adotados por outras cidades do Brasil para realidades análogas àquelas dos municípios capixabas.

Saúde ganha destaque na plataforma

Neste ano em que o mundo se defronta com uma pandemia de proporções inimagináveis que afeta tanto a qualidade de vida das pessoas quanto impacta as atividades econômicas, a ferramenta chama atenção dos gestores públicos para a dimensão “saúde” no âmbito dos territórios. Nesse sentido, cabe salientar que vários estudos econômicos indicam que os investimentos na saúde propiciam ganhos de produtividade com impactos no crescimento econômico de longo prazo. Em síntese, uma cidade mais saudável apresentaria níveis maiores de produtividade nas empresas e levaria a melhores condições de negócios no âmbito local.

Confira aqui todas as informações sobre o Indicador de Ambiente de Negócios 2020.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Vitória entra em risco baixo para a transmissão da covid-19

País

Vacinas vindas da Índia serão enviadas a Estados a partir de sábado

País

Quem tem prioridade para ser vacinado no Brasil? Entenda a ordem da fila

Dia a dia

Covid-19: cai para o quatro o número de municípios em risco alto no ES