Coleta seletiva na Grande Vitória tem média bem abaixo da registrada no país - ES360

Coleta seletiva na Grande Vitória tem média bem abaixo da registrada no país

A média de coleta de recicláveis no Brasil está em torno de 3%, enquanto o potencial seria de 16%

Coleta seletiva aumenta em Vitória. Foto:Prefeitura de Vitória

Dez anos depois da implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, a coleta seletiva de lixo na Grande Vitória tem média bem abaixo da média registrada no país. Atualmente, a média de coleta de recicláveis no Brasil está em torno de 3%, enquanto o potencial seria 16% segundo estimativa da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais.

Vitória é o município que está em melhor situação na região metropolitana. Neste ano, na capital foram recolhidos 300 toneladas de lixo reciclável ao mês, de um total de 12 mil toneladas, o que representa um índice de 2,5%. Segundo a prefeitura, Vitória deu um salto no lixo reciclável coletado, de 1,8% em 2013 para 4% em 2020.

A Serra coleta ao mês 0,10% de lixo reciclável, 95 toneladas para 93 mil toneladas de lixo recolhido. Vila Velha tem índice semelhante, 0,18%, com 298 toneladas de recicláveis aos mês para 160 mil toneladas coletadas. Segundo a prefeitura, a pandemia impactou negativamente os números porque a coleta foi interrompida. Já Cariacica informou que recolhe ao mês 40 toneladas de recicláveis, enquanto 8 mil toneladas de lixo são coletadas no município.

“O que é coletado hoje de resíduos vai para locais inadequados, lixões e aterros controlados. Em termos de recicláveis esse destino gera uma perda econômica de R$ 14 bilhões por ano. O Brasil tem potencial de chegar a 16% de lixo reciclável, mas estamos em torno de 3%”, explica o presidente da Abrelpe, Carlos da Silva Filho.

Atuação há 21 anos na conscientização da separação do lixo

A publicitária Marília Debanné realiza ações em prol da coleta seletiva há 21 anos em Vila Velha e relata como o avanço é lento. Ela começou em 1999 na Barra do Jucu, quando batia de porta em porta para pedir aos vizinhos para separar o lixo e direcionar o material para catadores. Atualmente, lidera a campanha Lixo que vira Pão, que contou com a participação de muitas pessoas fazendo vídeos para tentar conscientizar os moradores da cidade a separar o lixo. O resultado foi um volume maior de recicláveis direcionados à Associação Revive e às outras cooperativas de catadores.

Lançada pelo Grupo Fraternidade e Vida, da Pastoral da Ecologia, a campanha Lixo que vira Pão foi um sucesso de público. De 2 de setembro até a data prevista para seu fim, 4 de outubro, centenas de pessoas publicaram vídeos falando sobre separação do lixo e reciclagem, como forma de proteger o nosso planeta e apoiar os catadores de recicláveis. Crianças, adultos e idosos compartilharam suas preocupações com o meio ambiente e conclamaram todos a cooperar.

“Em Vitória, a situação é um pouco melhor. Em Vila Velha, não conseguimos caminhar, está muito difícil. Colocaram pontos de coleta na cidade mas com a pandemia as associações não puderam recolher”, explica Marília.

Para ela, ainda falta muita educação em quem se propõe a separar o lixo. Ela conta que antes no lixo reciclado havia 40% de rejeito, que é o material que não é possível aproveitar. Depois de um tempo, passou-se a ter 80% de rejeito. “Era uma coisa revoltante, uma falta de respeito e solidariedade. Quando o material chegava no lixão tinha que fazer duas triagens. De certa forma a pandemia ajudou a tentativa de retomar o trabalho com mais qualidade”, conta.

Como começar a separar lixo

Tenha duas lixeiras
Uma vai receber o lixo orgânico, como cascas e restos de comida e materiais não recicláveis como filtro de café e papel sujo ou contaminado, plásticos e papéis engordurados, embalagens de chips e salgadinhos, copos quebrados, bitucas de cigarro, fraldas, absorventes, cotonetes, papel higiênico, entre outros. A outra receberá todo o lixo seco reciclável, como metais, plástico, embalagens longa vida, papéis, papelões e isopor.

Como acomodar e limpar o lixo seco
Coloque o lixo seco em sacolas azuis ou em caixas de papelão, assim tudo fica reciclável, e identifique-o bem. Isso evita que os catadores tenham que abrir as sacolas ou caixas. Limpe o material antes de colocar na sacola, ou seja, retire os restos que ficam nas embalagens usando um fio d’água e deixe o recipiente de cabeça para baixo até que fique seco de verdade.

Fonte: site www.separeseulixo.com.br

Como reciclar o lixo nos municípios

Vitória
A coleta de resíduos passíveis de reciclagem ocorre em 720 condomínios de toda a capital. Os caminhões passam em dias combinados. Os veículos de recicláveis são diferentes dos caminhões que coletam resíduo domiciliar. Todo condomínio pode requerer a coleta seletiva em seus prédios por meio do telefone 156.

Vila Velha
O município oferece o serviço da coleta seletiva em 12 escolas municipais a coleta seletiva porta a porta em sete bairros (Praia da Costa, Centro, Prainha, Praia das Gaivotas, Praia de Itapuã, Praia de Itaparica, Coqueiral de Itaparica). Na pandemia, a coleta foi interrompida, mas está sendo retomada. Os condomínios podem se inscrever pelo email [email protected] e pelo número de whatsapp (27) 998175985.

Serra
Quem tiver material reciclável pode depositá-lo em um dos 111 Locais de Entrega Voluntária (LEV). A lista com os endereços está no site da Prefeitura da Serra.
Além disso, a prefeitura, em conjunto com a Corpus Saneamento e Obras, está implantando projeto de coleta seletiva porta a porta em condomínios do município.

Cariacica
Atualmente, o município possui 12 Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) do programa Cariacica Recicla. Além desse tipo de coleta, a prefeitura implantou a coleta seletiva em 100% das escolas municipais, no Fórum, no Ministério Público, no Centro Administrativo da Prefeitura, no Centro Regional de Especialidades (CRE) e nas secretarias municipais. A coleta porta a porta é realizada com caminhão compactador, onde o resíduo reciclável é coletado na porta de cada casa.

 


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Teste

Teste do campo de Autoria

Bem-estar

"O ES pode colapsar junto", afirma secretário de Saúde

Dia a dia

Saiba como agendar a vacina contra covid no Espírito Santo

Esportes

Olimpíada deve receber número limitado de torcedores