Exposição comemora os 450 anos de Festa da Penha - ES360

Exposição comemora os 450 anos de Festa da Penha

Com obras datadas a partir de 1920, o acervo tem 30 fotos históricas e 15 pinturas de artistas capixabas. A mostra acontece no Convento do Penha

Cláudio Tripa pintou o Convento em uma parede de quatro metros. Foto: Aron Ribas
Cláudio Tripa pintou o Convento em uma parede de quatro metros. Foto: Aron Ribas

Prestes a completar 450 anos de história em abril, a maior festa religiosa do Espírito Santo ganhou voz na fotografia, na pintura e, pela primeira vez, no grafite. E para mostrar essa diversidade artística quando o assunto é fé, nasceu a iniciativa da exposição “Imagens da Fé: Festa da Penha 450 anos”, cuja visitação está aberta no Convento da Penha, em Vila Velha. A entrada é gratuita.

Com obras datadas a partir de 1920, o acervo tem 30 fotos históricas e 15 pinturas de artistas capixabas, que fazem a releitura de grandes nomes, como Benedito Calixto, Levino Fanzeres e Homero Massena. Além disso, também exibe peças originais do IHGVV (Instituto Histórico e Geográfico de Vila Velha), do próprio Convento e de acervos particulares.

Ao entrar na sala de exposições do santuário, no entanto, o público fica frente a frente com um desenho feito por Cláudio Tripa – responsável por levar cor aos postes e caixas de telefone da Grande Vitória. Considerado o “mestre do grafite”, o artista plástico pintou uma parede de quatro metros da sala, mostrando sua visão sobre a importância da festa para os capixabas. Todo o processo durou, em média, cinco horas.

“Assim como nos outros trabalhos que fiz sobre o Convento, neste daqui, tento mostrar aos capixabas que eles têm um verdadeiro monumento histórico por perto, independentemente da crença que a pessoa tiver”, defende Cláudio.

Esse seu novo trabalho, aliás, já é considerado o primeiro grafite exposto dentro do Convento. Ele não esconde sua felicidade de ilustrar tantos anos de história e, sobretudo, sua relação com o catolicismo. A mostra segue aberta de quarta a domingo, entre 8h e 16h30.

“Já pintei tanto o Convento e de tantas formas diferentes que, desta vez, eu quem fui o presenteado. Isso valeu como uma bênção. No geral, foi uma obra leve de se fazer”, conta o artista.

Outro convidado especial da exposição é o pintor Kleber Galveas, amigo do célebre Homero Massena, que apresentará um de seus trabalhos mais importantes sobre o santuário. A obra não estará à venda.

Exposição “Imagens da Fé: Festa da Penha 450 anos”

Quando: de quarta a domingo, entre 8h e 12h e 12h30 e 16h30;
Onde: na sala de exposições do Convento. Endereço: rua Vasco Coutinho, Prainha, Vila Velha;
Entrada: gratuita.

Mais notícias
Dia a dia

ES é atingido por 11 mil raios; chuva continua até terça

Mundo

Araújo é advertido ao não usar máscara em encontro em Israel

Dia a dia

Covid: ES registra 14 mortes e 673 casos neste domingo

Dia a dia

Covid: Morre primeiro paciente transferido de SC para o ES