Exército reforça a ajuda às vítimas da chuva - ES360

Exército reforça a ajuda às vítimas da chuva

Após pedido de Iconha, corporação é acionada para auxiliar na limpeza e na remoção de entulhos. Apoio pode ser estendido a outras cidades

Exército chega em Iconha, no sul do Espírito Santo. Foto: Divulgação/Prefeitura de Iconha
Exército chega em Iconha, no sul do Espírito Santo. Foto: Divulgação/Prefeitura de Iconha

 

O Exército vai dar apoio à recuperação dos municípios do Sul do estado a partir desta quinta-feira (23). A princípio, três caminhões pipa e um caminhão basculante da corporação devem ser enviados para a cidade de Iconha para ajudar na limpeza e na remoção de entulhos deixados pelas chuvas.

> Chuva deixa alagamentos e desalojados em Aracruz

O pedido foi feito na tarde desta quarta-feira (22) pela Defesa Civil Estadual, horas após o prefeito de Iconha, João Paganini (PDT), enviar um ofício ao governo do estado solicitando o apoio em caráter de “urgência urgentíssima”.

> Temporal assusta cidades do Norte do Estado

Na terça-feira, o coordenador da Defesa Civil, coronel André Có, chegou a dizer que a ajuda não era necessária e que, junto do Corpo de Bombeiros, as equipes estavam “dando conta”. O assunto provocou discussões nas redes sociais do governador Renato Casagrande (PSB).

Detalhes do apoio

O comandante do 38º Batalhão de Infantaria, coronel Marcelo Alves, explicou na noite de ontem que os detalhes do apoio do Exército ainda estavam em definição, como o efetivo a ser empregado e a atuação também em outros municípios afetados, como Alfredo Chaves, Vargem Alta e Rio Novo do Sul.

“Existe um canal aberto entre a Defesa Civil Estadual e a Defesa Nacional, e acredito que a autorização para atuação virá muito rápido. Assim que tivermos os detalhes da missão e essa autorização, seguiremos para os municípios”, explicou.

A corporação também poderá ser acionada em caso de ocorrências relacionadas a novos temporais, previstos para os próximos dias no estado.

No pedido de ajuda feito ao governo do estado, ontem, o prefeito de Iconha voltou a repetir que a cidade acabou: “O cenário é triste. Iconha acabou. Nós precisamos sim de ajuda. Quem está aqui ajudando não está dando conta. O Exército seria uma ajuda imensa nessa hora”.

Ontem, o número de pessoas fora de casa subiu para 2.927. Em Alfredo Chaves, onde há 1.107 pessoas desalojadas, 17 pontes destruídas e muita sujeira pelas ruas, a prefeitura trabalha para levantar áreas de risco, limpa as ruas e cadastra famílias atingidas.

Mais notícias
Dia a dia

Mais de 117 mil pessoas receberam 1ª dose da vacina no ES

Dia a dia

Saiba como funciona bafômetro que identifica álcool no ar

Dia a dia

Para segunda dose de vacina é necessário fazer agendamento

Dia a dia

Covid: ES tem 22 óbitos e 1.413 casos registrados em 24h