EUA confirma quarto caso de coronavírus no país - ES360

EUA confirma quarto caso de coronavírus no país

O paciente havia voltado da cidade de Wuhan, na China, que é o epicentro do surto de coronavírus no país asiático

Vírus. Foto: Pixabay
O vírus está sendo enquadrado na família dos coronavírus, responsáveis por infecções respiratórias. Foto: Pixabay

 

O Departamento de Saúde Pública de um condado de Los Angeles confirmou neste domingo (26) o quarto caso de coronavírus nos Estados Unidos. Segundo as autoridades, a pessoa infectada foi ao médico ao perceber que não se sentia bem e atualmente está sob cuidados.

O paciente havia voltado da cidade de Wuhan, na China, que é o epicentro do surto de coronavírus no país asiático. Nos EUA, outros casos da doença já foram identificados na Califórnia, no estado de Washington e em Chicago.

Retirada de cidadãos

O Departamento de Estado dos EUA confirmou neste domingo que está organizando um único voo fretado para retirar diplomatas e um número limitado de cidadãos americanos de cidades atingidas pelo coronavírus na China, partindo da cidade de Wuhan, ponto central da doença.

Em um e-mail endereçado aos cidadãos dos EUA que vivem na China, o Departamento de Estado disse que um voo deixaria Wuhan na terça-feira e voaria para São Francisco. Convidou os americanos com passaporte válido para entrar em contato com a Embaixada dos EUA em Pequim. Espera-se que os cidadãos paguem mais tarde os custos de viagem, diz o aviso.

“Essa capacidade é extremamente limitada e, se houver capacidade insuficiente para transportar todos os que manifestam interesse, será dada prioridade a indivíduos com maior risco de coronavírus”, diz o comunicado.

As autoridades americanas acreditam que cerca de 1.000 cidadãos americanos vivem em Wuhan e nos arredores.

Os EUA também concordaram em ter médicos a bordo do avião para garantir que o esforço da retirada das pessoas não espalhe inadvertidamente o vírus e para assumir a responsabilidade pelo risco de mover pessoas que possam estar doentes ou portadoras da doença.

O aviso divulgado hoje, porém, não diz nada sobre quais procedimentos de segurança, como uma possível quarentena, os passageiros do voo estariam sujeitos depois de chegarem aos EUA.

Estadão Conteúdo

Mais notícias
Dia a dia

Três acidentes causam mortes de policiais neste Carnaval

Dinheiro

Seu Dinheiro: como evitar prejuízo na compra do dólar

Dia a dia

Orla de Anchieta será revitalizada a partir de março

Dia a dia

Vereador da Serra morre em acidente na BR-101