Estado pode fechar leitos de UTI caso não receba verba do governo federal - ES360

Estado pode fechar leitos de UTI caso não receba verba do governo federal

Ministério da Saúde repassa em média 23% do orçamento dos estados com saúde. Estados pedem ampliação do repasse para garantia do atendimento à população durante pandemia

Os estados estão solicitando ao governo federal a liberação de mais verba para manter a oferta de leitos e demais atividades contra a covid-19, além do atendimento a outras doenças. De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, o governo federal é responsável por 23% em média do orçamento da saúde dos estados brasileiros. No Espírito Santo, a média – nos últimos quatro anos – chegou a 24,9%. Mas com o contexto da pandemia, os estados pedem a ampliação do repasse para garantia do atendimento à população.

> Espírito Santo libera até 20 mil doses para vacinação de idosos com mais de 80 anos

“Estamos pleiteando um novo orçamento de guerra para financiar este ano, ampliar os leitos, a testagem e a capacidade de manter os leitos abertos em todo o país. Conversei com secretários de vários estados e todos estão construindo novos equipamentos de saúde. O país vive uma nova fase de crescimento de casos e óbitos e não é possível financiar todas as ações e outras doenças sem um novo aporte da União. Se não receberem novos aportes, os estados terão comprometida a capacidade de ofertar leitos e alguns leitos de UTI podem até ser fechados”, explica.

O assunto foi tema da reunião dos governadores com o Ministério da Saúde nesta quarta-feira (17).


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Esportes

Para Colômbia, é ‘improvável’ receber voo da Seleção Brasileira

Política

Cartório 'censura' escritura da mansão de Flávio Bolsonaro

Dia a dia

Governo do ES abre mais de 10 leitos de UTI em Vitória

País

Maioria dos bares respeita restrição no Rio