Espírito Santo tem 31 mortes pelo coronavírus e 2.139 casos em 24 horas - ES360

Espírito Santo tem 31 mortes pelo coronavírus e 2.139 casos em 24 horas

O número de capixabas curados subiu para 207.714, sendo 2.637 de um dia para o outro

Coronavírus. Foto: Pixabay
Coronavírus. Foto: Pixabay

O Espírito Santo registrou, nas últimas 24 horas, 31 mortes em decorrência do novo coronavírus. O total de óbitos subiu para 4.727. A taxa de letalidade nesta sexta-feira (18) continua em 2,1%. Os dados foram atualizados no Painel Covid-19 pela Secretaria de Estado da Saúde.

Com 2.139 novos registros da doença, o número total de confirmações de contaminados pelo novo coronavírus no estado chegou a 225.358. Além dos casos confirmados, outros 176.938 ainda são considerados suspeitos pela Secretaria da Saúde. Já o número de capixabas curados subiu para 207.714, sendo 2.637 de um dia para o outro.

O município de Vila Velha, com 31.740 registros, mantém o maior número de moradores infectados. Em seguida, estão Serra (28.181), Vitória (26.891), Cariacica (19.436) e Cachoeiro de Itapemirim (10.924). Se considerada a quantidade de vítimas, a ordem dos municípios mais afetados fica sendo: Vila Velha (675), Serra (623), Cariacica (583), Vitória (561) e Cachoeiro de Itapemirim (235).

Jardim Camburi, em Vitória, continua sendo o bairro com maior número de infecções, com 3.991 notificações. A Praia da Costa, em Vila Velha, tem 3.553 casos, seguida por Jardim da Penha, na capital, com 2.268. A Praia de Itaparica, no município canela-verde, tem 2.022 notificações e Praia do Canto, em Vitória, segue na quinta posição com 1.808 positivos.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Segurança da vacina de Oxford é aprovada por unanimidade pelo CTNBio

País

Santa Casa de São Paulo está com UTIs lotadas há quatro dias por alta de casos de covid

País

Anvisa autoriza distribuição de oxigênio com pureza menor em Manaus

Dia a dia

Prefeituras da Grande Vitória decidem não voltar com aulas presenciais em fevereiro