Espírito Santo registra queda de 10,24% na arrecadação do primeiro semestre - ES360

Espírito Santo registra queda de 10,24% na arrecadação do primeiro semestre

Os dados estão no Painel de Controle da Macrogestão Governamental, divulgado nesta quarta-feira (22)

TCU e tribunais dos Estados devem fazer balanço próprio de mortes de covid-19
Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo. Foto: Reprodução

 

O Espírito Santo encerra o primeiro semestre de 2020 com uma arrecadação 10,24% inferior à receita arrecadada em relação ao mesmo período do ano passado – janeiro a junho de 2019. A receita arrecadada atingiu o montante de R$ 8.808,19 milhões. Devido ao recebimento de recursos da ajuda financeira da União, a receita do mês de junho, em relação ao mesmo mês do ano passado, representou um acréscimo de 10,82%. Os dados estão no Painel de Controle da Macrogestão Governamental, divulgado nesta quarta-feira (22).

O documento demonstra que, considerando apenas as receitas ordinárias – ou seja, excluindo a ajuda da União em 2020 e as parcelas de compensação financeira de royalties do acordo do Parque das Baleias em 2019 – o decréscimo da arrecadação nesses seis primeiros meses do ano em relação ao mesmo período de 2019 passa a ser de 6,74%.

Até junho, a arrecadação própria do estado representa 53,36% do total, enquanto as transferências da União chegaram a 31,84%. Destaque na receita, arrecadação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), de R$ 3.197 milhões, comparada à arrecadação realizada no mesmo período de 2019, registrou um decréscimo de 3,66%. Da mesma forma, a arrecadação em junho de 2020, R$ 511 milhões, representou um decréscimo de 9,47%, quando comparada à arrecadação do mesmo mês do ano anterior.

Com influência, em 2019, do recebimento retroativo da compensação financeira dos royalties da unificação do parque das Baleias, a receita de compensações financeiras (recursos hídricos, minerais e royalties), arrecadada até junho de 2020, comparada à ocorrida no mesmo período de 2019, registrou decréscimo de 45,08%. Desconsiderando os recebimentos retroativos em 2019, o acumulado seria de R$ 812 milhões naquele ano, resultando em uma variação positiva de 7,02%.

Despesas

O Estado executou despesas no montante de R$ 7,915 bilhões até junho/2020. A maior despesa no primeiro semestre, dentre as funções de governo, foi com saúde (19,38%), seguida de previdência (16,84%), educação (12,67%), e segurança pública (11,14%). Comparando com o mesmo período de 2019, o Painel registra um acréscimo de 22,45% nas despesas liquidadas na função saúde.

Meiores despesas no primeiro semestre. Foto: Reprodução/Painel de Controle da Macrogestão Governamental

 

Resultado orçamentário

O resultado orçamentário no primeiro semestre de 2020 foi superavitário em R$ 892,64 milhões. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o qual, também, apresentou superávit (R$ 2.321,07 milhões), houve uma variação nominal negativa de aproximadamente 61,54%.

Pessoal

As despesas com pessoal, em relação à Receita Corrente Líquida, são:

Despesas com pessoal, em relação à Receita Corrente Líquida. Foto: Reprodução/Painel de Controle da Macrogestão Governamental
Despesas com pessoal, em relação à Receita Corrente Líquida. Foto: Reprodução/Painel de Controle da Macrogestão Governamental

 

Painel de Controle

Desenvolvido com dados das plataformas CidadES (informações fiscais e econômicas do Estado e dos municípios capixabas, produzido pelo próprio TCEES) e Sigefes (gestão das finanças públicas do Estado, utilizado pelo Governo Estadual), o Painel de Controle destaca e compara os principais indicadores e resultados da gestão dos recursos públicos estaduais. Constitui-se em um instrumento de controle e acompanhamento mensal das finanças públicas do Estado, nele compreendido o Poder Executivo e os demais poderes dessa unidade federativa.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Espírito Santo libera aulas nas escolas a partir de 5 de outubro

Dia a dia

Covid-19: registro de mortes sobe e chega a 26 em 24 horas no ES

País

Saúde: Brasil ultrapassa marca de 140 mil mortes por covid-19

Dia a dia

Transcol volta a circular com 100% da frota em outubro