Espírito Santo libera até 20 mil doses para vacinação de idosos com mais de 80 anos - ES360

Espírito Santo libera até 20 mil doses para vacinação de idosos com mais de 80 anos

Nos próximos dias, 15 a 20 mil doses que estavam reservadas para a segunda aplicação da vacina serão liberadas para que os municípios possam iniciar a imunização dos novos grupos

Nesio Fernandes ao lado de Luiz Carlos Reblin. Foto: Divulgação

Com a perspectiva de chegada das novas doses da vacina Coronavac, do Instituto Butantan, na semana que vem, o Espírito Santo decidiu antecipar a vacinação dos idosos acima de 80 anos nas cidades capixabas. Nos próximos dias, 15 a 20 mil doses que estavam reservadas para a segunda aplicação da vacina serão liberadas para que os municípios possam iniciar – ainda no final de semana – a imunização dos novos grupos. Alguns municípios já começaram a vacinar maiores de 85 anos, como Vitória, Serra e Vila Velha. Além disso, o governo já autorizou a vacinação de toda a população acima de 60 anos.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Nesio Fernandes, os novos lotes da Coronavac vão garantir a imunização da segunda dose de quem já recebeu a primeira. O número exato ainda não foi divulgado. Do total de doses dos próximos lotes, o estado vai reservar 5% para seguir vacinando os trabalhadores de saúde e o restante será priorizado para a população idosa.

“No Espírito Santo já está autorizada a vacinação de toda a população com mais de 60 anos. O município pode ir avançando de forma decrescente após imunizar 90% da vacinação do público alvo do momento”, detalha Nesio.

Dessa forma, quando 90% dos idosos com mais de 90 anos forem vacinados, as cidades podem passar a vacinar os com mais de 85 anos, e assim sucessivamente. “Estamos aguardando a liberação de novos grupos de acordo com a disponibilidade de doses do Ministério da Saúde. A União possui monopólio na aquisição de doses e os estados estão limitados para adquirir doses complementares. Esse inclusive é um dos temas das reuniões de hoje dos governadores com o Ministério da Saúde”, afirma Nésio Fernandes.

Redução de óbitos

De acordo com o secretário, com 60% da cobertura vacinal de trabalhadores de saúde após quase um mês de vacinação da covid no Espírito Santo, já é possível perceber resultados positivos no curto prazo. Desde o dia 29 de janeiro, o estado não são registrou nenhuma morte de trabalhador de saúde do Espírito Santo.

Já a repercussão da redução dos óbitos dos maiores de 90 anos poderá ser percebida ao longo da segunda quinzena de março. “Quem já está vacinado, não está imunizado com a máxima eficácia na primeira e na segunda semana. É necessário aguardar de 15 a 20 dias após a segunda dose. Por isso é importante manter os cuidados”, lembra Nesio.


Comentários:

  • Não conseguimos agendar vacina para nosso pai, de 88 anos. Não tem dose! Tentamos na Serra, onde ele mora, e nos demais municípios da Grande Vitória. Nada! Isso é cruel. O idoso fica ansioso e a gente sem poder agir.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Há um ano, covid-19 era identificada no Espírito Santo

Dia a dia

Governo do ES abre mais de 10 leitos de UTI em Vitória

Dia a dia

Mapa de Risco: Apenas Ibatiba está em risco alto no Espírito Santo

Dinheiro

Motoristas questionam cobrança de imposto do diesel em nota fiscal