Escola em tempo integral terá o dobro de vagas - ES360

Escola em tempo integral terá o dobro de vagas

Mais 28 escolas do estado passam a oferecer o ensino em tempo integral a partir de 2020. Com isso, será possível atender a 22.715 estudantes

Mais 28 escolas da rede estadual vão ofertar, no ano que vem, ensino médio em tempo integral. Serão dois modelos: 13 escolas (sendo três rurais) terão carga horária de 9h30 e 15 terão carga horária de 7h. Atualmente, o estado já possui 36 escolas de tempo integral, todas com carga horária de 9h30. Com a ampliação, anunciada ontem, o governo pretende dobrar o número de matrículas em tempo integral, passando dos atuais 11.265 alunos para 22.715.

Todas as escolas com carga horária de 7h oferecerão ensino médio integrado ao curso técnico. Nelas, as aulas serão sempre das 13h às 20h, e os alunos terão duas opções de curso técnico para escolher. No turno da manhã, a mesma unidade continuará ofertando o ensino médio regular aos alunos que optarem por seguir na modalidade atual.

Também haverá oferta de ensino médio integrado ao técnico em três unidades com carga horária de 9h30. Atualmente, somente uma escola de tempo integral, em Anchieta, oferece o curso técnico integrado. As outras duas unidades escolhidas já oferecem tempo integral: Liceu Muniz Freire, em Cachoeiro de Itapemirim, e escola Baixo Guandu, em Baixo Guandu.

Durante o anúncio, ontem, o governador Renato Casagrande (PSB) ressaltou que, atualmente, cerca de 25 mil alunos que deveriam estar no ensino médio estão fora da escola e fez críticas ao modelo de tempo integral adotado nos últimos anos. “Não queremos ter alguns centros de excelência de alta qualidade, rodeados de gente que não pode estudar. A gente tem que conciliar acesso com qualidade, porque é fácil excluir e ter qualidade com menos alunos. Mas ter acesso universal e ter qualidade é o desafio da nossa equipe”.

O secretário de estado da Educação, Vitor de Angelo, também criticou. “O preço pago pelos altos investimentos em algumas poucas unidades em tempo integral foi o desinvestimento em várias outras unidades de tempo parcial”, afirmou.

Hoje, o estado possui apenas 7,8% das matrículas em tempo integral, distante da meta de 25% definida pelo Plano Estadual de Educação, a ser alcançada até 2024.

Mais opções

O diretor da escola Major Alfredo Pedro Rabayolli, em Vitória, Rener de Melo Gonçalves, falou da vantagem de ofertar aos alunos mais de um modelo de ensino. “Ele vai poder estagiar pela manhã, por exemplo, e cursar o ensino integral à tarde, com a possibilidade de já sair com uma formação técnica”, disse.

A quantidade de vagas em cada escola será divulgada quando for definida a data da chamada pública 2020. A Escola Viva São Pedro, em Vitória – primeira a ser implantada, em 2015 -, deve receber também turmas de ensino fundamental II a partir do ano que vem. Segundo o secretário, o objetivo é diminuir a ociosidade da estrutura, que é alugada e custa cerca de R$ 1,5 milhão ao ano. Atualmente, cerca de 70% das 650 vagas não são usadas, afirmou.

Fim da gratificação
O governo do estado vai acabar com a gratificação de 40% sobre o salário de diretores, pedagogos e professores das escolas em tempo integral. O pagamento representava R$ 13 milhões ao ano, e o valor será investido em outras escolas. Todas as unidades de tempo integral e as de maior porte vão passar a contar com equipe formada por diretor, coordenador pedagógico e coordenador administrativo, financeiro e de secretaria.

Hoje, estrutura semelhante só existia nas 36 unidades de tempo integral. Além disso, todos os diretores da rede terão a possibilidade de estender a carga horária de 25h para 40h, desde que a escola tenha mais de um turno e que o diretor tenha um vínculo. O Sindiupes (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado) disse que a medida vai ao encontro do entendimento da entidade, de que não deve haver diferenciação salarial na categoria, mas salário justo para todos.

Ampliação das escolas em tempo integral no estado

• 2019: Hoje há 36 escolas de tempo integral em 27 municípios

• 2020: Serão mais 28 escolas e mais 7 municípios contemplados

O número de vagas vai passar de 11.265 para 22.715

Modelos

Das 64 escolas de tempo integral em 2020:
46 terão carga horária de 9h30, das quais três integradas ao ensino técnico;
15 terão carga horária de 7h, todas integradas ao ensino técnico. Nessas, as aulas do tempo integral serão das 13h às 20h. Pela manhã, a escola continuará ofertando o ensino médio regular;
3 escolas rurais também terão carga horária de 9h30 e ensino integrado ao técnico, preservando as particularidades da educação no campo;

Nas escolas com ensino médio de tempo integral integrado ao ensino técnico, serão oferecidas duas opções de curso técnico aos alunos. Entre os cursos estarão, por exemplo, informática, vendas, administração, dança e meio ambiente.

Novas escolas

Modelo de 9h30

• Dr. Jones Dos Santos Neves, em Baixo Guandu
• Álvaro Castelo, 
em Brejetuba
• Lions Club de Colatina, em Colatina
• Prof.ª Carolina Pichler, em Colatina
• Lyra Ribeiro Santos, 
em Guarapari
• Job Pimentel, 
em Mantenópolis
• Pio XII, em São Mateus
• Jones José do Nascimento, na Serra
• Dom João Batista da Motta e Albuquerque, na Serra
• Domingos Perim, em Venda Nova do Imigrante
• Cento Estadual Integrado de Educação Rural de Vila Pavão, em Vila Pavão *
• Cento Estadual Integrado de Educação Rural de Boa Esperança, em Boa Esperança*
• Cento Estadual Integrado de Educação Rural de Águia Branca, em Águia Branca*

Modelo de 7h*

• Agostinho Simonato, em Cachoeiro de Itapemirim
• Ary Parreiras, 
em Cariacica
• Saturnino Rangel Mauro, em Cariacica
• Theodomiro Ribeiro Coelho, em Cariacica
• Dr. Silva Mello, 
em Guarapari
• Professora 
Antonieta Banhos Fernandes, em Linhares
• Clóvis Borges Miguel, na Serra
• Rômulo Castello, 
na Serra
• Professora Hilda Miranda, na Serra
• Nelson Vieira Pimentel, em Viana
• Florentino Ávidos, 
em Vila Velha
• Professor 
Geraldo Costa Alves, 
em Vila Velha
• Sílvio Rocio, 
em Vila Velha
• Major Alfredo Pedro Rabayolli, em Vitória
• Gomes Cardim, 
em Vitória

  • * Escolas com ensino médio integrado ao técnico
Mais notícias
Dia a dia

Covid: governo sugere a planos de saúde a compra de leitos particulares

Dia a dia

Justiça determina que Renova mantenha contrato com rede de pesquisa da Ufes

Dia a dia

Ifes: a chance de fazer o ensino médio de excelência em 2021

Dia a dia

Mapa de Risco continua com apenas uma cidade em risco moderado