Entenda as vantagens do PIX e como vai funcionar - ES360

Entenda as vantagens do PIX e como vai funcionar

O novo sistema de pagamento, recebimento e transferência do Banco Central promete maior facilidade, segurança e instantaneidade

PIX
Pix, o novo sistema de pagamentos instantâneos operado pelo Banco Central (BC)
Imagem: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

Já imaginou quanto dinheiro você gasta por ano com TED e DOC? Já fez esse tipo de conta? Esse dinheiro vai ficar no bolso do consumidor a partir de agora com o PIX. O novo sistema de pagamento, recebimento e transferência do Banco Central promete maior facilidade, segurança e instantaneidade.

A advogada do direito do consumidor Suellen Mendes explica que, para ter acesso ao novo serviço, a pessoa precisará cadastrar uma chave PIX vinculada à sua conta, que pode ser e-mail, CPF ou telefone. A partir daí, será possível realizar as transações sem cartão e utilizando apenas o celular também por meio de QR Code, sistema já conhecido pelos brasileiros, principalmente por conta de aplicativos como o PicPay.

Para a advogada, os benefícios do PIX são a facilidade e a instantaneidade. Facilidade porque a pessoa não precisará mais de toda qualificação do favorecido, como nome completo, CPF, agencia e conta, bastando apenas a chave PIX ou QR Code. Isso valerá também para o pagamento de tributos federais. Instantaneidade porque a transferência ou pagamento para o favorecido acontecerá em até 10 segundos, 24 horas por dia, sete dias por semana.

Segundo Suellen, para a pessoa jurídica a transação via PIX poderá ser cobrada, mas ainda não há informações sobre valores. Ela sugere que o consumidor fique atendo e pergunte ao seu banco como será a cobrança.

Por fim, não será preciso baixar mais um aplicativo no seu celular: a modalidade PIX será ofertada dentro do aplicativo do seu banco. E Suellen dá uma dica extra: ainda que seja permitido, inicialmente, cobrança pela utilização para pessoa jurídica, os bancos digitais têm apresentado várias gratuidades como forma de fidelizar os clientes, vale a pena conferir.


Comentários:

  • Espero que a matéria esteja correta, mas li em vários lugares que será cobrada taxa de pessoa física também, no entanto como é uma modalidade nova de lidar com valores, talvez os bancos tenham revisto e não cobrarão de pessoas físicas.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Espírito Santo volta a ter cidade em risco alto de covid-19

Cult

Comic Con virtual agita o fim de semana junto com lives de música brasileira

País

‘Incentivamos que qualquer abuso seja denunciado’, diz Globo

Dia a dia

Mês de homenagens marca festividades de aniversário da Maranata