Empresa suíça assina contrato de concessão do aeroporto de Vitória - ES360

Empresa suíça assina contrato de concessão do aeroporto de Vitória

Transferência total do terminal deve ocorrer até a primeira quinzena de 2020. Por enquanto, empresa administra espaço com a Infraero

A empresa suíça Zurich Airport assinou nesta quinta-feira, dia 05, o contrato de concessão dos aeroportos de Vitoria e de Macaé (Rio de Janeiro). A transferência total para a empresa deve ocorrer  até a primeira quinzena de 2020. Durante a transição, está previsto em contrato que a empresa opere juntamente com a Infraero.

Os detalhes do contrato e investimentos serão divulgados nesta sexta-feira, dia 06, durante cerimônia realizada no Palácio do Planalto, com a presença do presidente da República, do ministro da Infraestrutura e da diretoria da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Os terminais foram arrematados pela concessionária em março deste ano por R$ 437 milhões. Segundo a empresa, um dos principais desafios é implantar voos internacionais no terminal de Vitória. “Estabeleceremos o padrão de gestão da Zurich Airport, com valorização da qualidade e novas propostas de envolvimento dos players de transporte de passageiros e cargas”, afirma Matthias Poeter, CEO da Aeroportos Sudeste do Brasil S.A., empresa criada pela Zurich para administrar os dois terminais.

No Brasil, o grupo é representado pela Zurich Airport Latin America e passa a operar quatro aeroportos: Aeroporto Internacional Tancredo Neves, Belo Horizonte (MG), em parceria com a CCR; Aeroporto Internacional de Florianópolis, Hercílio Luz (SC), que este mês ganhará um novo terminal; e as duas novas concessões em Vitória e Macaé.

“As concessões dos aeroportos de Macaé e Vitória são importantes para o crescimento da Zurich Aiport no Brasil. Por meio da empresa Aeroportos Sudeste do Brasil S.A. (ASeB), atuaremos em parceria com os poderes públicos locais para oferecer as melhores soluções de infraestrutura e promover o aumento de passageiros. Também buscaremos a excelência nos serviços, o que caracteriza as operações que o grupo administra em vários países”, afirma Stefan Conrad, CEO da Zurich Aiport Latin America.

Voos internacionais

Sobre a internacionalização do terminal, o aeroporto de Vitória deve ter aval para operar os voos até o final do ano. Já estão em fase final os trâmites de envio de documentação para a Anac, órgão que também é responsável por liberar as rotas solicitadas pelas companhias aéreas. Uma delas é Vitória-Buenos Aires, anunciada pela Gol em outubro do ano passado, mas que não decolou pela falta de adequações do terminal.

Uma das pendências de documento que constava desde o início do ano só foi resolvida nesta semana. A Infraero informou que entregou para a Receita Federal, na última segunda-feira (dia 02), a última revisão do mapa da área a ser definida como de atuação da alfândega no aeroporto. Já a Receita explicou que a primeira parte do aval está previsto para ser publicado hoje. Mas resta ainda mais uma etapa – a segunda documentação -, a ser publicada ainda este mês.

Só depois da publicação desses documentos que atestam as adequações da estrutura, a Infraero poderá pedir para a Anac a autorização para operar rotas internacionais. “Na sequência, o órgão regulador (Anac) terá 60 dias para publicar no Diário Oficial da União a aprovação das frequências internacionais”, disse em nota a Infraero.

Procurada pela reportagem, a companhia aérea Gol disse manter o interesse em operar a rota Vitória-Buenos Aires e que aguarda as adequações do terminal. Em abril, a empresa anunciou a operação seis meses após a liberação do aeroporto.

Vagas

O processo de seleção de pessoal para trabalhar no aeroporto de Vitória já está aberto. Para se candidatar às vagas disponíveis, o candidatos deverá acessar o site aseb-airport.com. As inscrições e o cadastro de currículos serão aceitos exclusivamente pelo site até as vagas serem preenchidas.

Mais notícias
Tec

Amazonia 1 chega à órbita com sucesso e inicia transmissão

Dia a dia

Saiba como agendar a vacina contra covid no Espírito Santo

País

Média móvel de mortes por covid bate recorde e chega a 1.180

Dinheiro

Único apostador da Mega-Sena leva prêmio de 49 milhões