Eleição 2020: segurança e educação são apostas do coronel Nylton para Vitória - ES360

Eleição 2020: segurança e educação são apostas do coronel Nylton para Vitória

Em entrevista à BandNews FM Espírito Santo, ele afirmou que, caso seja eleito, fará uma gestão com foco em resultados e antecipou que não irá disputar a reeleição

Coronel Nylton foi confirmado como candidato a prefeito de Vitória, ao lado da professora Patrícia Bortolon. Foto: Reprodução

 

Ex-secretário estadual de Segurança Pública e ex-comandante da Polícia Militar, o coronel Nylton Rodrigues, é candidato a prefeito de Vitória pelo Partido Novo. Em entrevista à BandNews FM Espírito Santo, ele afirmou que pretende fazer uma gestão com foco em resultados, e uma administração que não será voltada para a reeleição, mesmo porque ele não pretende disputar um novo mandato.

Educação

Coronel Nylton lamentou a da capital no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado nesta terça-feira, dia16. Segundo ele, dos 78 municípios no Estado, Vitória ficou na 61ª posição. Para o candidato, “a educação está sob uma péssima gestão, com professores desmotivados e desvalorizados”.

“Para mudar esse quadro, nossa proposta é apoiar os professores com qualificação e capacitação para a prática de ensinar. Também é preciso oferecer tecnologia para os alunos da rede municipal para possibilitar o ensino remoto. Queremos ampliar a carga horária dos estudantes e alcançar o período integral principalmente no Ensino Fundamental 2”, disse.

Investimentos

O coronel Nylton acredita que o caminho para a atração de investimentos para a capital é tornar Vitória uma cidade menos burocrática para os empreendedores. Para o candidato, uma cidade atraente para o empreendedorismo é o melhor caminho para gerar renda e emprego. “Precisamos fazer a arrecadação da nossa cidade crescer e para isso é preciso tornar nossa cidade empreendedora. A ideia é torná-la menos burocrática para quem quer fazer negócios com criatividade e inovação”, afirmou o candidato.

Turismo

“É difícil encontrar um lugar tão lindo quanto Vitória. Nós precisamos de investimento em Cultura, nos artistas da terra, na cultura dos bairros e cuidar bem do Centro. Também precisamos ter um mercado municipal. Temos que deixar a Vila Rubim bonita, fomentar o turismo religioso e histórico. Mas em tudo é necessário foco e nós acreditamos que o nosso tem de ser no turismo de negócios. Queremos trazer médios eventos e precisamos ter estrutura para que eles aconteçam. Afinal, essa pessoas que vêm a negócio vão querer voltar para conhecer nossas praias, montanhas e parques. O turismo náutico também deve movimentado em nossa cidade”, comentou o coronel.

Mobilidade urbana

O candidato promete transformar a Guarda Municipal de Vitória na melhor do Brasil. Para ele, o foco dos agentes deve ser em fazer o trânsito fluir. Resolver o problema dos gargalos, como o da Praça do Cauê, é outra proposta do candidato do partido Novo. “Queremos estimular todos os tipos de modais da capital. Precisamos transformar a cidade em um lugar possível para que as pessoas possam usufruir dos transportes alternativos. Precisamos interligar as ciclovias”, explicou o coronel.

Segurança

A proposta do candidato é tornar Vitória a capital mais segura do País. Para ele, a segurança dos munícipes não pode ser de responsabilidade apenas do governo, mas também da Prefeitura Municipal. Para isso é necessário o fortalecimento da Guarda Civil e ter foco também nos crimes contra o patrimônio público.

“Precisamos criar rede de oportunidades para os jovens, principalmente nas áreas mais vulneráveis. Vou colocar todas as secretarias com o foco nesses bairros onde os indicadores criminais historicamente são altos, para que possamos criar essa rede de capacitação, empreendedorismo, cultura, esportes e educação em tempo integral”, explica.

Ouça a entrevista na íntegra


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Deputado pede investigação de Heleno por monitorar ambientalistas

Dia a dia

Covid-19: Espírito Santo volta a registrar mil casos em 24 horas

Dia a dia

Mortes violentas no Espírito Santo crescem em ritmo maior que no Brasil

País

Lewandowski nega recurso da Globo e manda ao TJ do Rio caso das “rachadinhas”