Economista comenta impactos econômicos que saída da Ford pode gerar ao Brasil - ES360

Economista comenta impactos econômicos que saída da Ford pode gerar ao Brasil

Na coluna Seu Dinheiro, o especialista em mercado financeira Paulo Henrique Corrêa comenta os impactos econômicos que a decisão gera

Cerca de 5 mil pessoas devem ficar desempregadas em 2021 com o fechamento das fábricas da Ford no Brasil. A fabricante de carros americana anunciou nesta segunda-feira (11) o encerramento imediato das atividades no município de Taubaté, em São Paulo; e em Camaçari, na Bahia.

As instalações da Troller também devem deixar de existir, segundo a empresa. A marca de utilitários da empresa foi fundada originalmente no país e tem a fábrica localizada em Horizonte, município do Ceará.

Em comunicado, a empresa afirmou que manterá sua sede administrativa para a América do Sul em São Paulo, o Centro de Desenvolvimento de Produto na Bahia e o Campo de Provas em Tatuí (SP), que continuarão a trabalhar no desenvolvendo de tecnologias e produtos para a região e outros mercados globais.

Na coluna Seu Dinheiro desta terça-feira (12), na BandNews FM Espírito Santo, o economista e especialista em mercado financeira Paulo Henrique Corrêa comenta os impactos econômicos que a decisão gera.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

41 municípios capixabas não adquiriram todos os EPIs para o retorno das aulas

Dia a dia

Espírito Santo tem 30 óbitos pela covid-19 e 1.246 casos em 24 horas

País

Bolsonaro sobre o leite condensado: ‘É para enfiar no rabo da imprensa’. Veja o vídeo

Dia a dia

Maranata cria atendimento médico online para fieis com suspeita de covid-19