"É possível ocorrer segunda onda de covid no ES", diz secretário de Saúde - ES360

“É possível ocorrer segunda onda de covid no ES”, diz secretário de Saúde

O reconhecimento de uma segunda onda da doença pode ocorrer caso haja, além do aumento dos casos, crescimento de internações e óbitos

Os aumentos de casos e da taxa de transmissão da covid-19 registrados nas últimas semanas no Espírito Santo ainda não podem ser entendidos como uma segunda onda da doença no estado. Segundo a secretaria de Saúde, a curva da doença apresentou estabilidade nos casos e queda sustentada dos óbitos.

Mas o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, não descartou um novo aumento da curva da doença. “É possível que se reconheça uma segunda onda no Espírito Santo em caso de crescimento por semanas seguidas de casos, óbitos e pacientes internados”, afirma.

Por enquanto, mesmo com o aumento da taxa de transmissão e do número de casos, ainda não houve crescimento sucessivo das internações e óbitos. E o crescimento dos casos também está associado à ampliação da testagem e maior exposição das pessoas após a flexibilização das atividades.

Passageiros em pé nos ônibus

Com o retorno de 100% da frota dos ônibus do Transcol nesta segunda-feira (05), foram estabelecidas algumas regras para passageiros viajarem em pé. Antes, a média era de seis passageiros dividindo cada metro quadrado. Agora, só será permitido dois passageiros por metro quadrado, para reduzir o número de pessoas nos ônibus.

Segundo o subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, o retorno dos coletivos com ar-condicionado foi possível porque o sistema renova o ar frequentemente, dessa forma, sendo seguro para os passageiros.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Espírito Santo tem seis mortes pelo coronavírus e 1.094 casos em 24 horas

Dia a dia

Eventos infantis serão liberados a partir de 3 de novembro

País

Bolsonaro diz que Forças Armadas estão prontas para “garantir liberdade”

Dia a dia

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da Coronavac