Desaceleração na queda de internações e óbitos pela covid pode ser sinal de alta de doenças respiratórias - ES360

Desaceleração na queda de internações e óbitos pela covid pode ser sinal de alta de doenças respiratórias

Segundo a Sesa, tendência pode se confirmar entre março e abril. Orientação é manter os protocolos de segurança contra o novo coronavírus

O Espírito Santo vem registrando uma desaceleração na queda do número de internações e óbitos em decorrência da covid-19. Se antes o declínio era mais acentuado, a curva de casos pode se estabilizar nas próximas semanas em um limite superior ao registrado em 2020. A afirmação é do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes. De acordo com ele, isso é um alerta para o aumento das doenças respiratórias no território capixaba.

“Essa tendência pode confirmar a previsão do aumento das doenças respiratórias, previsto para os meses de março e abril, período sazonal em que ocorre essa alta. Por isso, pedimos à população que todas as medidas já conhecidas e eficazes contra a disseminação do novo coronavírus sejam reforçadas, como evitar as aglomerações e uso adequado das máscaras”.

A recomendação, inclusive, é para que as pessoas procurem uma avaliação médica ao sinal de qualquer sintoma respiratório. Segundo o secretário, a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) tem registrado redução na procura por testes da covid-19.

“Temos capacidade plena de investigar todos os casos suspeitos e executar uma testagem em massa da população. No entanto, mantemos um indicador de redução da procura. Em caso de sintomas, faça o teste. Se o resultado der negativo e os sintomas persistirem, repita a testagem e mantenha o isolamento. Isso é necessário para romper a cadeia de transmissão e reduzir o os números de internações e óbitos”, frisou o secretário.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Começa vacinação de idosos acima de 80 anos. Veja datas

Dinheiro

Espírito Santo terá loteria estadual até julho

Dia a dia

Mais de 117 mil pessoas receberam 1ª dose da vacina no ES

Dia a dia

Saiba como funciona bafômetro que identifica álcool no ar