Deltan Dallagnol vê "gravíssima denúncia" sobre interferência de Bolsonaro na PF - ES360

Deltan Dallagnol vê “gravíssima denúncia” sobre interferência de Bolsonaro na PF

"O combate à corrupção exige investigações técnicas, que possam ser conduzidas sem pressões externas", disse o coordenador força-tarefa da Operação Lava Jato

Corregedor arquiva reclamação disciplinar contra Deltan Dallagnol
Deltan Dallagnol. Foto: Agência Brasil

 

O coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, afirma ser “gravíssima a denúncia de tentativa de escolha” pelo presidente Jair Bolsonaro “de dirigentes da Polícia para interferir em investigações e ter acesso a informações sigilosas“. “O combate à corrupção exige investigações técnicas, que possam ser conduzidas sem pressões externas”.

> Bolsonaro diz que ‘restabelecerá a verdade’ sobre demissões de Valeixo e Moro

“A escolha de dirigentes da PF deve ser voltada para fortalecer o combate à corrupção, ao crime organizado e a outros crimes. A seleção guiada por interesses pessoais e político-partidários coloca em risco o combate à corrupção no Brasil”, afirma Deltan

Para Deltan, em sua visão, a “denúncia pública feita hoje pelo Ministro da Justiça reflete a seriedade com que conduziu seus trabalhos e seu compromisso com a sociedade e o interesse público”. “O avanço do trabalho contra a corrupção no Brasil requer que as investigações, especialmente aquelas contra poderosos, sejam protegidas de ingerências políticas.”

Estadão Conteúdo


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Cult

Câmara aprova R$3 bi em ações emergenciais para cultura

Dia a dia

Ocupação de leitos de UTI na Grande Vitória é de 87,53%

Dia a dia

Setor de vestuário amarga queda de 94% nas vendas no ES

Dia a dia

ES registra 22 mortos por coronavírus em 24h