Defesa Civil de Vitória interdita via em Atlântica Ville por risco de desabamento - ES360

Defesa Civil de Vitória interdita via em Atlântica Ville por risco de desabamento

A decisão foi tomada nesta segunda-feira (8), em decorrência das fortes chuvas, já que no local há uma obra no local

Defesa Civil Municipal interditou a avenida dos Expedicionários, via que dá acesso ao bairro Atlântica Ville, em Vitória. Foto: Divulgação/Defesa Civil Municipal
Avenida dos Expedicionários, via que dá acesso ao bairro Atlântica Ville, em Vitória. Foto: Divulgação/Defesa Civil Municipal

 

A Defesa Civil Municipal interditou os dois sentidos da avenida dos Expedicionários, via que dá acesso ao bairro Atlântica Ville, em Vitória, devido ao risco de desabamento. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (8), em decorrência das chuvas, já que no local há uma obra de um edifício residencial onde está sendo construído um muro de arrimo.

No final de novembro, a Defesa Civil vistoriou o local e o interditou, recomendando à Secretaria de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran) a interdição parcial da rua, e à Secretaria de Desenvolvimento da Cidade (Sedec), a fiscalização.

> Espírito Santo tem alerta para tempestade em 72 municípios

“A obra foi embargada pela Sedec. Eles tinham apenas autorização para construção do muro de arrimo. No último domingo (7), tivemos vários chamados sobre a obra, os vizinhos estavam receosos e relataram deslocamento do talude”, informou o secretário Municipal de Segurança Urbana, Ícaro Ruginski.

Segundo a Defesa Civil, equipes foram até o local e verificaram a situação, mas não tiveram acesso à obra. Assim, foi feito contato com o fiscal responsável pelo empreendimento.

“Hoje, novamente, recebemos chamados, quando, enfim, tivemos acesso ao local. A análise do geólogo e da engenheira competente foi pela interdição da via, pois tinha ocorrido mais deslocamento do solo, atingindo até o asfalto”, explicou o secretário.

Interdição

O pedido de interdição da via, por completo, foi necessário, de acordo a Defesa Civil Municipal pois, com a passagem de vários veículos, inclusive pesados, o solo poderia desagregar mais com a trepidação, principalmente pelas chuvas.

A Defesa Civil Municipal acompanhará o desenvolvimento da ocorrência e, ao cessar as chuvas, vai reavaliar a situação para liberar parte da via.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Enquanto Brasil vive expansão da pandemia, ES registra queda de casos

Dinheiro

PIB tem 3ª maior queda da história e recua 4,1% em 2020

País

Bolsa Permanência do Prouni será paga a partir desta quarta

Dia a dia

Maranata leva ensinamentos a pessoas com deficiência