Cruzeiro vence o São Paulo com gol de Thiago Neves - ES360

Cruzeiro vence o São Paulo com gol de Thiago Neves

Apesar do triunfo, o time mineiro segue na zona de rebaixamento com 25 pontos. A equipe paulista fica em quinto na tabela, com 43 pontos

Thiago Neves marcou aos 12 minutos do segundo tempo. O meia era um dos principais alvos de protestos dos torcedores. Antes da partida, em entrevista, Thiago Neves disse vinha usando remédios para dormir por causa da má fase da equipe. Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro
Thiago Neves marcou aos 12 minutos do segundo tempo. O meia era um dos principais alvos de protestos dos torcedores. Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

O Cruzeiro encerrou o jejum de oito jogos sem vitórias no Campeonato Brasileiro ao bater o São Paulo por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Mineirão, pela 26ª rodada. O único gol da partida foi marcado por Thiago Neves.

Com o resultado, o time mineiro segue na zona de rebaixamento, agora com 25 pontos, mas pode sair em seu próximo compromisso – vai enfrentar o Corinthians, sábado, fora de casa. Já a equipe paulista continua em quinto lugar na tabela, com 43 pontos. No domingo, receberá o Avaí no Morumbi.

Foi a primeira derrota do técnico Fernando Diniz à frente do São Paulo – o treinador tinha duas vitórias e dois empates. Do outro lado, Abel Braga conquistou o primeiro triunfo no comando do Cruzeiro e vê a pressão diminuir depois dos recentes protestos dos torcedores.

No jogo desta quarta-feira, apenas os 45 minutos finais foram interessantes no Mineirão. Após o primeiro tempo fraco tecnicamente, com um chute a gol já nos acréscimos, de Alexandre Pato, a partida ficou bem mais animada na etapa complementar.

O Cruzeiro continuava com a estratégia de pressionar a saída de bola do São Paulo, que sofria para trocar passes desde seu campo de defesa, uma marca do técnico Fernando Diniz. Foram diversos lances em que o torcedor tricolor ficou agoniado com as jogadas arriscadas dos zagueiros.

No ataque, o São Paulo pouco ameaçou. Com um meio de campo recheado de jogadores móveis e sem um centroavante, o time não conseguia envolver o Cruzeiro. A marcação alta dos mandantes surtiu efeito e fez o goleiro Fábio ser praticamente um espectador da partida.

A pressão cruzeirense se transformou em gol aos 12 minutos. Marquinhos Gabriel recebeu pela direita e cruzou na medida para Thiago Neves abrir o placar de cabeça. Herói da partida, o meia vinha sendo um dos principais alvos de protestos dos torcedores e tinha falado na véspera do jogo que vinha usando remédios para dormir por causa da má fase da equipe.

Depois do gol, o Cruzeiro passou a arriscar menos no ataque. As substituições feitas por Abel mostraram que a ideia do time era se proteger para encerrar o jejum de vitórias. No São Paulo, Fernando Diniz até tentou deixar seu time mais ofensivo, mas os jogadores erraram muitos passes e o único lance que assustou Fábio foi um chute de fora da área de Reinaldo.

Estadão Conteúdo

Mais notícias
Dia a dia

ES começa a vacinar idosos com idade entre 80 a 84 anos

Dinheiro

Receita recupera R$ 244 mi em impostos sonegados no ES

Dia a dia

Criminosos roubam pregos de sustentação de linha férrea em Cariacica

Dia a dia

Com ações inclusivas, Maranata leva ensinamentos a pessoas com deficiência