Criminosos clonam site de leilão para aplicar golpe - ES360

Criminosos clonam site de leilão para aplicar golpe

Os criminosos usaram a identidade visual do site Buaiz Leilões e até mesmo marca do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES)

Site com informações clonadas do Buaiz Leilões. Foto: Reprodução
Site com informações clonadas do Buaiz Leilões. Foto: Reprodução

 

Criminosos clonaram o site de leilão Buaiz Leilões, do leiloeiro Alexandre Buaiz Neto, para aplicar golpe em compradores de veículos. Eles expõem carros com preços atraentes, garantia e IPVA grátis. A vítima deposita o dinheiro na conta dos golpistas e não recebe o carro e nem o dinheiro de volta.

A página oferecia carros, motos e até caminhões que, em tese, teriam sido recuperados pelo banco após dívidas de financiamento. Os criminosos usaram a identidade visual do site Buaiz Leilões e até mesmo marca do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES). Eles alteraram pequenos detalhes do endereço digital original.

O advogado do leiloeiro Alexandre Buaiz Neto, Luiz Buaiz Neto, conta que foram informados do sobre o site falso na semana passada. Desde então, foram centenas de telefonemas e mensagens questionando a veracidade do site e até mesmo em busca de veículos supostamente arrematados.

“Muitos de nossos clientes reconheceram que se tratava de um site falso. Porém, pessoas desenformadas e atraídas pelos anúncios e preços acabaram caindo no golpe. Uma das vítimas que nos contactou chegou a depositar cerca de R$ 100 mil na conta dos criminosos”, contou Luiz Buaiz.

Site de leilão falso com informações do Buaiz Leilões. Foto: Reprodução
Site de leilão falso com informações do Buaiz Leilões. Foto: Reprodução

 

De acordo com o advogado, foi registrado o Boletim Unificado nº43522198 e também acionada a Polícia Civil, a de Crimes Cibernéticos e a Polícia Federal. Os Funcionários da organização de leilões seguem alertando sobre o ocorrido a todos que procuram mais informações, além do disparo de alerta nas redes sociais e contatos para que as pessoas ficassem atentas e não caíssem no golpe.

“Assim como aqueles cairam no golpe fazendo depósitos, cadastros com informações pessoais e até mesmo a empréstimos, fomos também vítimas desta organização criminosa. Fica ainda a sensação de impunidade, uma vez há mais de uma semana foi relatado as autoridades o ocorrido e até o presente momento não obtivemos um retorno ou medida substancial”, desabafou o advogado.

Questionada pela reportagem, a Polícia Civil informou que as investigações estão em andamento por meio da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Guarapari. Para que a apuração seja preservada, nenhuma outra informação será repassada.

Os leilões de carros – online ou presenciais – são uma alternativa para quem quer comprar um automóvel com valor abaixo do mercado. Entretanto, Luiz Buaiz Neto alerta para valores muito atrativos e também para o fornecimento de garantias e até mesmo Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) gratuito, que são situações inexistentes em sites de leilões. Também é necessário verificar se o leiloeiro tem cadastro na Junta Comercial do Estado respectivo e ainda se o Edital do leilão está de acordo com as informações e legislação.

Na tarde desta sexta-feira (6) o site saiu do ar. Porém, fraudes do tipo se multiplicam pela internet. Na quarta-feira (4), sete pessoas foram presas durante operação para desmantelar um grupo criminoso que aplicava golpes por meio de falsos leilões virtuais de veículos. Três carros, duas motos de luxo e R$ 160 mil foram apreendidos, e um apartamento no valor de R$ 300 mil foi sequestrado judicialmente. Um jovem, de 22 anos, foi detido no estado do Rio de Janeiro com apoio da Polícia Civil de Juiz de Fora. No local também foram apreendidos os documentos relacionados aos crimes, além de celulares usados pelos suspeitos. Outras cinco prisões ocorreram em São Paulo, e uma, no Distrito Federal.

Como evitar fraudes em leilões de carros online

– Confira o domínio (endereço) do portal escolhido;

– Certifique-se de que a URL termine com “.com.br”, já que os sites de leilões de carros oficiais no Brasil devem ser registrados assim e não com “.com”, “.com/br”, entre outros;

– Verifique a possibilidade de visitar os automóveis a serem leiloados;

– Entre em contato com a Junta Comercial para ver se o registro do leiloeiro existe de fato;

– Verifique o conteúdo da página e possíveis erros de português, fotomontagens e outras características suspeitas;

– Procure assistir algumas transmissões online pelo site antes de participar efetivamente de um leilão;

– Só efetive o pagamento se a conta ou boleto emitido estiverem em nome da pessoa física do próprio leiloeiro.

– Verificar o edital do leilão, que é um documento público que trará todas as informações essenciais, como: condições do leilão, quem será leiloeiro, modalidade do leilão e outras.

A população deve ficar atenta, e sempre que desconfiar de algo ou perceber que existe um site clonado, pode denunciar nos canais digitais da Polícia Civil


Comentários:

  • A matéria diz que o site saiu do ar, mas, está em pleno funcionamento.
    Entrei hj e fiz um lance e me mandaram e-mail casa vez que dia login e quando meu lance dos sorteado.

    Segue o linque: https://buaizleiloes.com/login/
    Observem que, conforme orientado na matéria, não tem “.com.br”


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Espírito Santo tem 26 mortes e 1.852 casos de coronavírus nas últimas 24 horas

País

MEC revoga portaria que obrigava retorno das aulas presenciais em universidades em janeiro

Dia a dia

Casagrande recebe vice-presidente Mourão no Palácio Anchieta

Dia a dia

Mês de homenagens marca festividades de aniversário da Maranata