Cresce em 50% o número de ciclistas atropelados no estado - ES360

Cresce em 50% o número de ciclistas atropelados no estado

Em 2012 foram registrados 24 acidentes. Já em 2019, até outubro, o número subiu para 36 traumas. Nos últimos 10 anos, foram 74 mortes

Em sete anos, o número de ciclistas que sofreram traumatismo após colisão com veículos maiores subiu 50%. Em 2012 foram registrados 24 acidentes, já em 2018, o número subiu para 36. O ano de 2017 foi o que teve mais ocorrências, com 52 internados após colisão. Em 2019, até outubro, foram registrados 36 traumas.

Os dados são do SUS (Sistema Único de Saúde) e foram analisados pela Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego). No estado, vítimas de trânsito geram em média R$ 11 mil em gastos nos hospitais públicos, segundo a Secretaria de Saúde. O Samu atendeu em 2018, 1.467 acidentes envolvendo ciclistas. Até novembro deste ano, foram 1.226.

O levantamento inclui o número de mortes de ciclistas. Em 10 anos no Espírito Santo, foram 74 mortes, sendo que 2017 foi o recorde, com 13 vítimas.

Na opinião do cicloativista Fernando Braga, o crescimento dos acidentes tem relação com a falta de infraestrutura. “Temos cada vez mais bicicletas compartilhadas e aumento nas vendas. Mas ainda falta estrutura. É preciso tornar as cidades mais humanas e reduzir o uso do transporte individual”.

Mais notícias
Bem-estar

A Escola Bíblica Dominical sob a perspectiva da Igreja Cristã Maranata

Dia a dia

Unipró lança curso de preparação para o Ifes 100% online

Dia a dia

Espírito Santo registra 20 mortes por covid-19 em 24 horas

Dia a dia

Governo do ES amplia funcionamento de comércio e restaurantes