Covid: testes em laboratórios crescem e superam os do pico da doença - ES360

Covid: testes em laboratórios crescem e superam os do pico da doença

O Cremasco Medicina Diagnóstica tem capacidade de realizar 1.200 exames RT-PCR

Testagem para covid-19. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Testagem para covid-19. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

 

Danielli Saquetto

A procura por testes de coronavírus na rede particular aumentou nos últimos dias no Espírito Santo. O crescimento ocorre tanto entre pacientes que buscam a testagem por conta própria quanto por parte de empresas. É isso que relatam laboratórios que fazem a aplicação dos exames. Em outubro, o Cremasco Medicina Diagnóstica registrou um aumento de 30% na demanda pelo RT-PCR em relação a junho, pico da pandemia no estado.

O patologista e diretor executivo do Cremasco Medicina Diagnóstica, João Cremasco, conta que após o feriadão de 7 de setembro houve uma explosão na busca por teste para o novo coronavírus. O laboratório, que tem capacidade de realizar 1.200 exames RT-PCR a cada 24 horas, no mês de outubro registrou uma média de 500 testes por dia. Um crescimento de 30% se comparado com o mês de junho, quando o estado estava no auge da pandemia da covid-19.

> Médico tira dúvidas sobre testes para covid-19

Outro dado alarmante é o índice de positividade dos exames RT-PCR realizados no Cremasco Medicina Diagnóstica. O diretor executivo detalha que no pico da pandemia a média era 30% de positividade. Esse número caiu e em agosto atingiu 18%. O levantamento de outubro aponta que 30% das amostras testadas no laboratório tiveram resultado positivo para a covid-19.

O aumento da demanda também foi sentido no laboratório Bioclínico. “Duas semanas após o feriadão de setembro tivemos uma crescente busca por exames. E de lá pra cá tem aumentado não só a realização de testes, como também a positividade. Foi nítido que as pessoas passaram a relaxar com o distanciamento social e as medidas de proteção da covid-19. Isso impactou nesse aumento. Porém, elas ainda estão com medo, e quando percebem um quadro de virose, já correm para fazer o exame”, explicou o sócio do Bioclínico e hematologista Fernando Pretti.

Essa crescente demanda se refletiu também na estrutura do Cremasco Medicina Diagnóstica. “Ao longo desse período de pandemia, com o aumento na busca por teste, sentimos a necessidade de ampliar nossas equipes de atendimento e coleta. Também investimos em um novo equipamento que tem capacidade de dobrar uma das etapas que é a de extração do RNA do vírus. Estamos dobrando nossa capacidade para continuar atendendo a população”, disse o diretor executivo.

O modelo de coleta também foi adaptado durante a pandemia. Os exames de swab nasal – cotonete no nariz – passaram a ser realizados no sistema drive thru em locais externos, como estacionamentos. No Bioclínico o sistema é disponibilizado no estacionamento da unidade localizada na avenida Rio Branco, 310, Santa Lúcia, em Vitória. Já o Cremasco tem duas opções: estacionamento do Shopping Vitória e na avenida Expedito García, 1.712, em Campo Grande, Cariacica.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Covid-19: casos de coronavírus em 24h é o maior desde julho no ES

Dia a dia

Espírito Santo tem a maior expectativa de vida do país após 60 anos

País

Pazuello reconhece “repique” da covid-19 e minimiza falta de plano de vacinação

País

Ministro da saúde se queixa de pancadaria e diz que, se cair, ‘sairá feliz’