Covid-19: governo vai testar 100% dos professores e trabalhadores da rede estadual - ES360

Covid-19: governo vai testar 100% dos professores e trabalhadores da rede estadual

A medida faz parte de um planejamento que irá auxiliar na confecção de um calendário para o retorno presencial das atividades escolares no Estado

Todos os professores e trabalhadores da rede pública estadual de ensino serão testados nos próximos dias para saber se já foram contaminados ou não pelo novo coronavírus. A medida, anunciada nesta sexta-feira (18) pelos secretários de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, e o da Educação, Vitor de Angelo, faz parte de um planejamento do governo que irá auxiliar na confecção de um calendário para o retorno presencial das atividades escolares no Espírito Santo. Até o momento, não há uma definição para a volta das aulas.

Além do censo, haverá também um sorteio para testagem de 5.065 alunos das redes públicas e privadas de ensino, professores e trabalhadores da redes municipais e particulares de escolas que também serão sorteadas em 13 cidades capixabas: Vitória, Vila Velha, Cariacica, Serra, Afonso Cláudio, Santa Maria de Jetibá, São Mateus, Linhares, Colatina, Nova Venécia, Cachoeiro de Itapemirim, Marataizes e Alegre.

Segundo Cristiana Costa, médica infectologista da Secretaria de Estado da Saúde, a testagem baseada em amostras da população acadêmica que possibilitará identificar o percentual de pessoas infectadas nos ambientes escolares. “Essa amostra foi calculada para nos representar um índice de confiança de 95%, com margem de erro de 1,5%, para cima ou para baixo”, disse.

Ainda de acordo com a médica, novas testagens serão realizadas após o retorno das aulas. “A medida que vamos repetindo as etapas do inquérito, teremos a evolução da prevalência do vírus como medida de cuidado para acompanhar a evolução da doença”.

Testes mais confiáveis

Diferentemente do inquérito domiciliar realizado no passado pelo governo, que utilizava testes rápidos para identificar a presença do vírus, um novo modelo será aplicado na comunidade escolar.

“Serão feitos testes sorológicos pelo método da quimioluminescência, realizados pelo Lacen (Laboratório Central da Sesa) e a Fiocruz. Além disso, também será aplicado um questionário tanto aos trabalhadores quanto aos alunos com questões demográficas, entre outras, que nos permitirá entender melhor o comportamento do vírus nessa comunidade”, explicou Cristiana Costa.

Ao final do anúncio, Nésio Fernandes ressaltou que o governo respeita e se preocupa com todos os professores, trabalhadores de educação e alunos, e ressaltou que as aulas não serão retomadas sem que exista segurança. “Somos contrários à retomada geral de toda a atividade escolar que não respeite as comorbidades e o convívio das pessoas. Estamos debatendo com a sociedade uma retomada segura, que possa garantir que nossa comunidade escolar seja bem cuidada e que tenha garantias sanitárias de baixo risco de transmissão da doença”.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Deputado pede investigação de Heleno por monitorar ambientalistas

Dia a dia

Covid-19: Espírito Santo volta a registrar mil casos em 24 horas

Dia a dia

Mortes violentas no Espírito Santo crescem em ritmo maior que no Brasil

País

Lewandowski nega recurso da Globo e manda ao TJ do Rio caso das “rachadinhas”