Corinthians e Athletico-PR empatam em jogo com quatro gols no primeiro tempo - ES360

Corinthians e Athletico-PR empatam em jogo com quatro gols no primeiro tempo

Resultado deixa o Timão em quarto na tabela, com 43 pontos. A equipe paranaense permanece na nona posição, com 35 pontos

O Corinthians saiu na frente e marcou o primeiro gol aos 15 do primeiro tempo. O Athletico, no entanto, virou o jogo. o Empate só veio nos acréscimos da primeira etapa. Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
O Corinthians saiu na frente e marcou o primeiro gol aos 15 do primeiro tempo. O Athletico, no entanto, virou o jogo. o Empate só veio nos acréscimos da primeira etapa. Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Em um jogo de “um tempo só”, Corinthians e Athletico-PR empataram por 2 a 2 na noite desta quinta-feira, na arena em Itaquera, com os quatro gols marcados na etapa inicial. A equipe alvinegra foi a 43 pontos e permanece na quarta colocação do Campeonato Brasileiro. Já o time paranaense, garantido na Copa Libertadores por ter conquistado a Copa do Brasil, continua em nono lugar, com 35 pontos.

O Corinthians saiu no lucro no primeiro tempo. Dona da melhor defesa do Brasileirão, a equipe foi facilmente envolvida pelo Athletico-PR. Sobraram oportunidades para os paranaenses, enquanto os paulistas conseguiram os gols em bolas aéreas.

O Athletico perdeu chance inacreditável logo aos três minutos. Cássio errou na saída com os pés, Thonny Anderson ganhou a jogada e rolou para Léo Cittadini, que furou. O meia ainda ficou com a bola e ajeitou para Marcelo Cirino, que mandou por cima.

Após a chance desperdiçada, quem abriu o placar foi o Corinthians. Clayson cobrou escanteio e Gil mandou de cabeça para marcar aos 15. Só que o Athletico-PR permaneceu melhor e empatou oito minutos depois, quando Léo Cittadini recebeu de Thonny Anderson e, desta vez, teve calma para mandar para o fundo da rede.

A virada estava na cara que iria acontecer. O Athletico-PR continuava em cima e marcou o segundo aos 31 minutos, em uma sequência da jogada que inicialmente foi marcado pênalti e revisado pelo VAR para falta na entrada da área. Depois da sobra do rebote, Wellington mandou para a área, a zaga do Corinthians falhou e Erick aproveitou.

O Corinthians poderia ter ido para o intervalo perdendo até demais, mas chegou ao empate nos acréscimos. Mais uma vez a bola parada ofensiva funcionou: Fagner cobrou falta da direita e, após confusão na área, a bola sobrou para Boselli marcar.

No segundo tempo, a postura corintiana foi muito melhor. Com mais agressividade na marcação e posse de bola, a equipe equilibrou a partida e chegou a ser até melhor em boa parte. As várias chances da etapa inicial diminuíram consideravelmente. O ritmo do jogo diminuiu.

Com exceção das oportunidades desperdiçadas por Vagner Love e Thonny Anderson, uma seguida da outra. O atacante do Corinthians recebeu na cara de Léo, mas chutou em cima do goleiro. Na sequência do lance, Thonny Anderson passou por quatro adversários, mas chutou fraco e viu Cássio defender.

estadão Conteúdo

Mais notícias
Bem-estar

Buscas por meditação batem recorde na pandemia

Política

Supremo tem dez liminares valendo há mais de cinco anos

Dia a dia

Espírito Santo tem 7 mortes pelo coronavírus em 24 horas

País

“Vai comprar na Venezuela”, diz Bolsonaro a homem que reclamou de alta do arroz