Conheça a Pumpkin Ale, a cerveja do Halloween - ES360

Conheça a Pumpkin Ale, a cerveja do Halloween

Cervejas com abóbora são feitas na época do Halloween. Foto: Sarah Gualtieri/Unsplash
Cervejas com abóbora são feitas na época do Halloween. Foto: Sarah Gualtieri/Unsplash

Adocicada, marcante e rica em especiarias. Essas são algumas das características da cerveja Pumpkin Ale, feita com abóbora. Esse estilo é típico da época do outono norte-americano (nossa primavera) quando acontece o Halloween, no dia 31 de outubro, e costumamos ver em filmes e séries as cidades repletas de abóboras, símbolo da celebração.

A Pumpkin Ale começou a ser feita nos Estados Unidos na época da colonização. O uso da abóbora foi uma alternativa para agregar açúcar para a fermentação das cervejas com o malte, que na época da colonização era bem caro. Aproveitava-se então a abundância da abóbora nesse período de colheita, outono no hemisfério norte, para fazer cerveja.

O estilo ainda é pouco conhecido no Brasil, mas com o crescimento do mercado de cervejas artesanais muitos mestres cervejeiros estão desenvolvendo receitas por aqui. A cerveja é feita a partir de um estilo base, geralmente de perfil mais maltado, como Amber ou Brown Ale, com a adição da abóbora.

Cervejaria Convento fez cerveja especial com abóbora. Foto: Gabriel Lordêllo
Cervejaria Convento fez cerveja especial com abóbora. Foto: Gabriel Lordêllo

No Espírito Santo algumas cervejarias prepararam lotes especialmente para essa época do ano. Uma delas é a Cervejaria Convento, que preparou uma Pumpkin Ale com especiarias como cravo, canela e gengibre. “É uma cerveja com sabor marcante, de baixo teor alcoólico e com doce único da abóbora. Vale a pena experimentar”, contou um dos idealizadores do produto, o empresário Léo Leal da Convento Cervejaria.

Já a Cervejaria Mestra, que fica no Alphaville Jacuhy, na Serra, optou pela Pumpkin Lager para a época de Halloween. De fermentação mais longa e mais leve que as ales, a cerveja da Mestra leva cravo, canela e noz-moscada de especiarias.

O mestre cervejeiro Victor Di Giorgio conta que a base escolhida foi a Marzen. “Nós inovamos. A Marzen tem essa pegada maltada, mas ao mesmo tempo a leveza das lagers” explica.

A Cervejaria Três Santas, em Santa Teresa, também fez cerveja com abóbora. A previsão é que esteja disponível em meados de novembro.

Segundo o cervejeiro da Três Santas, Jucá Lima, a motivação para fazer a Pumpkin foi do festival gastronômico da cidade, o Santa Teresa Gourmet, que acontece em abril, mas que acabou sendo cancelado pela pandemia. A cerveja, que leva além de abóbora canela, noz-moscada, pimenta da Jamaica e cravo, fez sucesso e pode até entrar entre os estilos regulares.

“Queríamos uma cerveja diferente e que tem uma pegada gastronômica legal. Esta cerveja fica sensacional com queijo coalho e melado. Então fizemos pro festival o “combo” Pumpkin + Dadinho de tapioca, queijo coalho e melado. O prato ficou massa mas o evento acabou não acontecendo”, conta.

Com tantas opções por aqui, que tal aproveitar as festas de Halloween para conhecer um estilo novo de cerveja?

Leticia Orlandi é jornalista e entusiasta de cervejas artesanais. Escreve sobre histórias e sabores por trás de cada copo.

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do ES360.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais Colunas