Como virar a chave para a felicidade - ES360

Como virar a chave para a felicidade

Sabemos, e provavelmente você também sabe, o quanto a felicidade ainda é confundida com o consumo, dinheiro, sucesso, prazer. Achamos que felicidade é algo externo, algo que simplesmente acontece com a gente. Como se felicidade fosse sinônimo de sorte.

Mas a boa notícia é que pesquisadores do mundo inteiro estão analisando dados, observando comportamentos e acumulando resultados sobre uma certeza cada vez mais consistente: a felicidade é uma habilidade que pode ser aprendida.

Em outras palavras, se quisermos ser felizes, precisamos rever nossas atitudes diante da vida. Quando dizem que a felicidade nasce dentro da gente, pode acreditar. Mais especificamente aqui, no nosso cérebro. Quando algo de bom ou ruim acontece com a gente, não é o fato em si que é bom ou ruim, e sim os pensamentos e as emoções sobre o fato.

Então por que é tão difícil ser feliz? Porque o nosso cérebro não foi programado para a felicidade e sim para a sobrevivência. Lá no tempo das cavernas, era muito importante estar atento aos perigos. Se um tigre aparecia, eu precisava perceber o tigre e fugir dele. Nesse sentido, de lá para cá nosso cérebro não evoluiu. O nosso cérebro primitivo é programado para ficar atento aos perigos. Isso significa que somos muito atraídos pelo que é ruim como uma ferramenta de sobrevivência. E para piorar as coisas, o que é bom, nosso cérebro tem bastante dificuldade de perceber e o pior, de guardar. O fato é que nosso cérebro nos ajudou muito na evolução e na sobrevivência, mas prejudicou bastante a nossa felicidade.

A boa notícia: você não é seu cérebro. Seu cérebro é um órgão comandado por você. Mais especificamente pela sua mente. E a grande descoberta foi saber que a mente pode moldar o cérebro. De acordo com o neurocientista Rick Hanson, nosso cérebro é um órgão que aprende. Ele é desenhado para ser alterado de acordo com pensamentos. O que pensamos e sentimos, aos poucos, vai esculpindo a estrutura neural.

Como fazer? Primeiro ponto é ter a consciência que é você quem comanda sua mente e não o oposto. Como já dizia um grande guru, Yogui Bajan: a sua mente é sua melhor amiga e sua pior inimiga. Grandes mestres, como Buda tinham a mesma constituição física que todos nós temos, mas eles conseguiram usar a mente para mudar o próprio cérebro a ponto de transformar mundo.

A chave da felicidade é tornar os seus pensamentos positivos. Pois um cérebro positivo gera emoções positivas. E quando maior número de emoções positivas maior a percepção felicidade. Vamos virar a chave?

Flávia da Veiga é empresária, publicitária e fundadora da BeHappier

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do ES360.

Mais Colunas
Cuidado: a felicidade também é contagiosa. Foto: Helena Lopes/Pexels

Caminhos da felicidade: como aprender a ser feliz

Você sabe o que é felicidade? Foto: Godisable Jacob/Pexels

Caminhos da felicidade: fortalecimento pessoal por meio da felicidade

Na BandNews FM, Flávia da Veiga fala como pessoas mais felizes podem atingir o sucesso com mais facilidade

Caminhos da Felicidade: como ser mais feliz no trabalho durante a pandemia

Nesta quinta-feira, Flávia da Veiga e Marcelo Gato conversam sobre como as pessoas podem ser mais felizes no trabalho mesmo durante o período da pandemia

Cuidado: a felicidade também é contagiosa. Foto: Helena Lopes/Pexels

Como compreender a vida por meio da morte

Na coluna desta semana, na BandNews FM Espírito Santo, Flávia da Veiga comenta sobre a relação dos seres humanos com a morte

Caminhos da Felicidade: fazer o bem nos deixa mais felizes

Olhar para o outro e fazer a diferença de forma positiva aumenta a sensação de felicidade

Cuidado: a felicidade também é contagiosa. Foto: Helena Lopes/Pexels

Ter propósito para viver é um dos caminhos para a felicidade