Com gol polêmico, Flamengo vence Corinthians e segue na briga pelo título - ES360

Com gol polêmico, Flamengo vence Corinthians e segue na briga pelo título

Com o resultado, o Flamengo segue na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 69 pontos

O Flamengo venceu o Corinthians por 2 a 1 e segue vivo na briga pelo título brasileiro. Em partida dramática no Maracanã, o time rubro-negro contou com gols de Willian Arão e Gabriel para triunfar – e com o VAR decisivo no polêmico lance do gol que definiu a vitória. O gol dos alvinegros foi marcado por Léo Natel.

Com o resultado, o Flamengo segue na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 69 pontos, um atrás do Internacional, que venceu o Vasco por 2 a 0 em São Januário, no mesmo horário. Os dois times se enfrentam no Maracanã no próximo domingo, em confronto decisivo. Na última rodada, o time de Rogério Ceni joga com o São Paulo no Morumbi.

Já o Corinthians perde o posto no G-8 para o Santos – tem 49 pontos, enquanto o adversário praiano tem 50. O clássico alvinegro será na próxima quarta, na Vila Belmiro. Nas duas últimas rodadas, os comandados de Vagner Mancini jogam com o Vasco na Neo Química Arena e com o Internacional, no Beira-Rio.

O Flamengo começou a partida tendo mais posse de bola e impondo seu jogo. A equipe rubro-negra conseguiu uma finalização em cabeçada de Arrascaeta, que Cássio defendeu com facilidade. Pouco tempo depois, o jogo aéreo foi o caminho para que o placar fosse aberto: em falta cobrada na lateral da área, Willian Arão ganhou de Bruno Méndez e fez 1 a 0, aos 9 do primeiro tempo.

O Flamengo seguiu pressionando e chegou a acertar o travessão em cabeçada de Bruno Henrique. Mas foi o Corinthians que marcou na sequência: em contra-ataque mortal, Araos deixou Léo Natel na cara de Hugo e o atacante não desperdiçou, fazendo o gol de empate aos 19 minutos. Arrascaeta teve a chance de voltar a colocar o time de Rogério Ceni à frente cinco minutos depois em cruzamento rasteiro de Isla, mas pegou mal na bola e acabou “recuando” para Cássio.

O jogo seguiu na mesma tônica, com o Flamengo propondo o jogo e o Corinthians se defendendo até o fim do primeiro tempo, mas sem grandes lances de perigo. A posse de bola chegou a 69% em favor dos rubro-negros, que tiveram seis finalizações, enquanto a equipe de Vagner Mancini teve apenas uma.

Já no começo da segunda etapa, Gerson achou Bruno Henrique, que arrancou e cruzou rasteiro, sem que ninguém chegasse para conferir o gol. Aos 7, o Corinthians respondeu em chute de Gustavo Mosquito, espalmado por Hugo.

Aos 10, o Flamengo passou à frente em lance polêmico: Bruno Henrique chutou da entrada da área e Cássio fez boa defesa. Éverton Ribeiro pegou a sobra e jogou para o meio da área e Gabriel completou para as redes – o atacante estava em posição irregular no início do lance. Na sequência da jogada, ao anotar o gol, apareceu na linha da bola, segundo checagem do VAR.

Após o gol, Mancini mandou Luan, Roni e Ramiro a campo. O time seguiu retraído, mas conseguiu criar em uma roubada de bola de Luan no ataque, que terminou em cruzamento de Fagner e a bola pingando na área até a defesa afastar. O Flamengo chegou pouco depois em chute de Gabriel que passou perto do travessão e em jogada que Gerson saiu na cara de Cássio, mas tentou tocar para o centroavante no meio e a defesa cortou o passe. Léo Natel respondeu com chute que foi por cima, com perigo.

Rogério Ceni buscou garantir o resultado com a entrada de Gustavo Henrique no lugar de Diego e Pedro no de Gabriel, além de opções de velocidade como Vitinho e Michael. Os três atacantes tiveram boas chances, mas não finalizaram bem – na chance mais clara, Pedro bateu fraco dentro da área para defesa de Cássio. O Corinthians, mesmo após as entradas de Jô e Gabriel Pereira, pouco ameaçou a meta defendida por Hugo até o apito final.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 2 x 1 CORINTHIANS

FLAMENGO – Hugo; Isla, Rodrigo Caio, Willian Arão e Filipe Luís; Diego (Gustavo Henrique), Gerson (Vitinho), Everton Ribeiro e Arrascaeta (Michael); Bruno Henrique (Pepê) e Gabriel (Pedro). Técnico: Rogério Ceni

CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Xavier (Ramiro), Cantillo (Luan), Gustavo Mosquito (Gabriel Pereira), Araos (Jô) e Otero (Roni); Léo Natel. Técnico: Vagner Mancini

GOLS – Willian Arão, aos 9, e Léo Natel, aos 19 minutos do primeiro tempo. Gabriel, aos 10 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Filipe Luís, do Flamengo; Fábio Santos, Ramiro, Fagner, Gil.

ÁRBITRO – Rafael Traci (SC).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Vitória abre novas vagas para vacinar idosos com mais de 80 anos

Dinheiro

Guedes vê perda estrutural em PEC emergencial aprovada no Senado

Política

TRE do Rio aumenta pena de Garotinho para 13 anos e 9 meses

País

Alesp deve votar punição a deputado por caso de assédio