Com caxumba, Richarlison deixa a seleção na Copa América - ES360

Com caxumba, Richarlison deixa a seleção na Copa América

Preocupada com um surto entre os jogadores, CBF vai vacinar toda a delegação da equipe brasileira após a partida na Arena do Grêmio

Richarlison deixa Seleção com caxumba
CBF detecta caxumba em Richarlison e se preocupa com surto na seleção brasileira. Lucas Figueiredo/CBF

O atacante Richarlison, da seleção brasileira, está fora da partida desta quinta-feira, em Porto Alegre, contra o Paraguai, pelas quartas de final da Copa América. O jogador do Everton, da Inglaterra, foi diagnosticado com caxumba pelos médicos e, para evitar o risco de contágio para os demais companheiros, vai permanecer em isolamento, com repouso absoluto e medicação.

Por se tratar de uma doença altamente contagiosa, a CBF vai realizar uma vacina completa em toda a delegação da seleção brasileira depois da partida na Arena do Grêmio. Richarlison está isolado no quarto do hotel da equipe, em Porto Alegre, e tem recebido atenção especial dos médicos da seleção, para se recuperar o quanto antes e poder voltar aos treinos nos próximos dias, caso a seleção se classifique.

O atacante está com o grupo desde a apresentação, no fim de maio, na Granja Comary, e começou a Copa América como titular do técnico Tite, ao começar em campo nos dois primeiros jogos, contra Bolívia e Venezuela, mas depois perdeu a vaga na equipe para Gabriel Jesus. Richarlison ficaria no banco de reservas na partida desta quinta-feira, porém, como foi diagnosticado com a doença, não sairá do hotel.

Ainda na quarta-feira o jogador treinou normalmente com o grupo no CT do Grêmio, em Porto Alegre, sem limitações médicas. O problema com Richarlison aumenta a lista de desfalques e problemas médicos da equipe nesta Copa América. Ao longo da preparação Tite encarou por exemplo o corte de Neymar, com lesão no tornozelo, fora ter de lidar com situações de lesão com jogadores como Arthur, Fernandinho, Ederson, Cássio, Éder Militão e Fagner.

Como a competição já está em andamento, a seleção brasileira não poderá mais efetuar trocas na lista de convocados para o caso de Richarlison não se recuperar a tempo. O limite para se alterar a relação de jogadores se encerrou um dia antes da estreia da equipe na competição, contra a Bolívia.

Estadão Conteúdo


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Eleições 2020

Candidatos recebem R$ 4,1 milhões para o 2º turno; veja quem mais recebeu

Dia a dia

Covid-19: Espírito Santo tem 23 mortes e 1.789 casos em 24 horas

Mundo

“Cão de guarda” vence prêmio de foto de pet mais engraçada em 2020

País

Fiscal do Carrefour que aparece nos vídeos da morte de João Alberto Freitas é presa