Com avanço de casos e variante do vírus, Inglaterra tem lockdown - ES360

Com avanço de casos e variante do vírus, Inglaterra tem lockdown

O Reino Unido tem o sexto maior número de mortos do mundo e é um dos mais atingidos economicamente com a crise da covid-19

A Inglaterra, submetida, assim como o resto do Reino Unido, a uma nova onda de coronavírus, alimentada por uma cepa mais contagiosa, entrará em um terceiro confinamento total que incluirá o fechamento de escolas, anunciou o primeiro-ministro Boris Johnson nesta segunda-feira, 4.

Diante do “risco de que os serviços de saúde fiquem sobrecarregados”, os habitantes serão obrigados a ficar em casa, exceto para questões básicas, a partir de quarta-feira e pelo menos até meados de fevereiro, disse ele.

“Com a maior parte do país já sob medidas extremas, é claro que precisamos fazer mais juntos para colocar essa nova variante sob controle”, disse o premiê em discurso na televisão. Johnson não deu prazo para o fim das restrições, apesar de indicar que, caso a vacinação consiga atingir um bom número de pessoas, elas podem ser suspensas em meados de fevereiro.

O Reino Unido tem o sexto maior número de mortos do mundo e é um dos mais atingidos economicamente com a crise da covid-19. Mais de 75 mil pessoas morreram vítimas da doença no país. Duas novas variantes do coronavírus estão complicando a resposta contra a covid-19 e o Reino Unido tem registrado novos picos diários de casos.

Primeiro país a administrar a vacina desenvolvida pela Pfizer e pela BioNTech, há quase um mês, o Reino Unido está priorizando a aplicação de uma primeira dose de vacinas para o maior número possível de pessoas em vez de dar as segundas doses.

Alguns especialistas dizem que estão preocupados com essa abordagem.

Cientistas britânicos expressaram preocupação com o fato de que as vacinas que estão sendo lançadas podem não proteger contra uma nova variante do coronavírus que surgiu na África do Sul e tem se espalhado internacionalmente.

O parlamento britânico será convocado na quarta-feira para debater as medidas de lockdown. A Escócia havia anunciado pouco antes um bloqueio total a partir da meia-noite e durante todo o mês de janeiro.

Fonte: CNN e Money Times


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Governo pretende imunizar 70% dos profissionais da saúde após chegada das vacinas de Oxford 

Dia a dia

ES receberá nesta segunda 16,2 mil doses de Coronavac

Mundo

Insumos para 5 milhões de doses da Coronavac chegam nos próximos dias, diz Bolsonaro

Dia a dia

Maranata cria atendimento médico online para fieis com suspeita de Covid-19